Home / Colunas / Isidorio Duppa / Coisas que irritam

Coisas que irritam

Quando gente ficando mais véio tendo coisa que non aguentando mais, bem, iéu non estando falando das coisa física, dos alevantamento de coisa pesada, do trabaio de capinar alqueres e mais alqueres de praga, muito menos das intimidade. Iéu falando de coisa que antes achando normal das pessoa e agora non querendo nem ficar por perto, ansim como muito baruio, iéstas sonzéra dos funquero que passando com os chevette véi caindo nos pedaço mais tudo caregado de caxa cústica que valendo 10 veis o valor do chevete, tocando no último volume que até fazendo com que as vidraça tremendo. Outra coisa, conversa de muiér que falando pelas veneta, sabe aquelas que querem contar tudo quanto séndo detalhe e parece que engatáron uma quinta marcha na garganta e non dexón nem o outro respirar e ainda fazem de conta que son surda porque tudo o que se fala pra iélas só responde um hanhan e continuam descascando conversa, tem aquelas que seguron no braço pra gente non se escapar. Outra coisa que iéu non mais aguentando séndo gritéro de criança, outro dia iéu indo na escolinha do Capon Fechado pra fazer entrega de ovo caipira pra professora e se achegando na hora do recreio, Vige Santa Misericórdia, iéu ném podendo falar com perfessóra de tanto grito daqueles piralho corendo de um lado pra otro, agora iéu sabendo proqué as porfessora ficon tudo loca despois de certa idade, antigamente inda podendo dar ripada nos baguncéro, mais hoje em dia nem podendo levantar vóis procauca destes conselho tutelar que proteje as criança de ter boa educaçón. Outra coisa que iritando iéu són iestas pessoa que ficón só conversando com os dedo nestes cebular fininho, outro dia iéu indo na perfetura porque percizando de informaçón de onde encontrar veterinário pra marcar consulta pra vaca que tá com teta seca e já na recepiçón mocinha com iéste apareio na mon escrivinhando ton rápido com que parecendo que os dedón das mon soltando faísca. Iéu ficando quase meia hora tussindo e espirando sentadon na sala inté que moça alevantando cabeça preguntando que iéu querendo, iéu preguntando onde estando veterinário e moça dizendo que mandando mensage pra iéle e de repente se achegando veterinário com cebular na mon e ficando conversando com os dedo. Despois de cinco minuto iéle preguntando o que querendo iéu exilicando que preciza de visita pra vaca da teta seca e veterinário foi dizendo que non podendo ir mais iéu podendo mandar um retrato nun tal de uatisape que iéle dando receita por mensage. Desgracéra Mésmo!!! Como que iéu vais mandar iésta coisa se nem tem iéstes cebular e depois até mensage se achegar do Capón Fechado levando uns treis dia, mais o que irita mesmo que as pessoa quando querem conversar só falam com os dedo ou non paron de falar, ou fazem gritero e quando aparece alguém falando que nem gente vem iéstes loco com os chevete e non deixon iscuitar nada, será que iésto sendo coisa de véio?


Publicado na edição 1145 – 10/01/18

Sobre Redação

Redação

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado. Campos marcados com * são obrigatórios *

*