Home / Colunas / Isidorio Duppa / Complementos da vida

Complementos da vida


Das iéu ficando pensando nas coisa que perdendo a graça se non tendo. Iéu explicando dereito, tem coisa que acompanha a otra e nos caso que non tiver a gente sente falta, ansim imaginando uma missa sem comunhón, que graça que tendo? Uma festa sem bingo, se non tendo parecendo que festa non foi completa. Deste jeito que iéu ficando na varanda da casa pensando: pra que que sirvindo as coisa se non tendo complemento e ficando ali variando nas ideia, acendéu um paiéro apagado que tirando detrais das zoreia e pensando pra que sirvindo a zoreia se non for pra guardar paiero apagado? Despois de acender paiero deu guspida no chon, enton, o complemento do paiero sendo a guspida, se non dar guspida parecendo que acender paiero non tem graça. Ansim foi escrivinhando as coisa que vindo na cabeça, pra que sirvindo uma teia sem aranha, um pon sem banha, velório sem truco, relógio sem cuco, banco de caroça sem pelego, sote sem morcego, pirogue sem molho, horta sem repolho, sorteio sem chuncho, pipoca sem caruncho, cozinha sem camundongo, pescaria sem pernilongo, fêmea sem macho, pinguela sem riacho, baile sem socó, sabugo sem fiofó, vaca sem ordenha, fogón sem lenha, carera sem aposta, pasto sem bosta, madera sem cerne, vaca sem berne, parede sem quadro de santo, cavalo sem carapato, poron sem rato, pinhón sem peido, casamento sem druzba, cachaça sem aroto, armazém sem romolps, roça sem frumiga. Ansim com iéstes pensamento iéu acabando discubrindo que as coisa ton tudo relacionada e de noite nem podendo drumir matutando das ideia. Pra que sirvindo cama sem pinico embaxo, Guarda ropa sem nafitalina, Fresta sem aranha marón, foro sem cagado de mosca, Travessero sem babado, Coberta sem pena, Bidê sem livrinho de novena,? Notro dia iéu passando tempo todo pensando deste mesmo jeiton que cada coisa que iéu pegando achando um complemento que inté acreditando que as coisa só existindo se tendo um motivo. Bem, se as coisa tem que ser completada as pessoa também percizando achar compemento pra iélas, que dexem iélas com motivo de existir. Desgracéra Mésmo!!!! Iéu enton começando a pensar pra que que iéu sirvindo, qual que sendo as coisa que completon iéu pra que sendo pessoa feliz? Será que sendo a roça? Non podendo ser porque roça sendo trabaio auto-sustentável, porque iéu sozinho se sustenta da roça. Será que sendo a criaçón? Non podendo porque criaçón podendo viver sem iéu porcausa destas teoria das cadeia alimentar. Enton iéu pensando proque que iéu existindo? Coisa começando a ficar grave nas cabeça que até acreditando que iéstes pisquiatra e piscólo servindo pra alguma coisa. Iéu tava quase tentando suicídio porque non sabendo pra que ieu sirvindo quando que se achegando no final desta culuna iéu pensando, pra que sirvindo culuna se non tiver quem ler? Graças a Déus!!! Acredite, vóssé que está lendo iéstas porcaria acabando se salvar a minha vida!

Publicado na edição 1162 – 09/05/2019

Sobre Redação

Redação

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado. Campos marcados com * são obrigatórios *

*