Home / Colunas / Isidorio Duppa / Na onda do vento

Na onda do vento


Se izistindo coisa desagradável na vida sendo quando as pessoa descobrem de quem foi o peido, principalmente quando sendo daqueles mortal, daqueles que tudo mundo se afastando e falando palavrón, gente non sabendo onde ponhar a cara e nem sabendo que cara que fazendo, das véis sendo miór assumir o peido e falar bem alto que ieste foi caprichado, mais mesmo ansim ficando o constrangimento de encontrar com as pessoa e tudo mundo dando soriso de canto de boca e ponhando dedo no nariz, pior de tudo, tudo quanto sendo situaçón que aparecendo sendo vossé o primeiro suspeito e sempre tem aqueles que se aproveitando se ponhando a culpa no outro. Iéu non estando falando iésto porque acontecendo comigo, non, iesto acontecendo com compadre Ignácio que sendo cunhecido injustamente por ser o pior peidorero da región, compadre por ser manco pessoal gozando da cara dele que cada mancada sendo uma peidada e iésta história começando porque bem no dia da primera comunhon iéle teve poblema de prisón das bariga por excesso de jabutibaca e ficando intupido por uns tréis dia, bariga dele parecendo bixiga e a piazada rodiava iéle e dava cutucada na pança, compadre se torcia tudo que o fiofó inté fazia bico e o som do vento saia fininho que néi quando se solta vento da bixiga com ponta esticada, compadre inté se achegando a ponhar processo de assédio anal. Iéu confessando, umas tréis véis iéu mesmo se aproveitando da situaçón e largando um destes molhadinho perto do compadre só pra ponhar culpa nele. Poblema sendo quando compadre non estando por perto em que tem que arumar um disfarce quando tem gente por perto, quando non tendo sendo o maior prazer soltar um fedidinho, porque, vosse tem que concordar com iéu, que soltar um peido sendo um prazer non sendo? Se vosse non concorda com certeza vossé sendo um peidorero inrustido que non assumindo o próprio peido, quem non sente prazer e mandar um caprichado debaxo das coberta e aspirar o aroma fecal? Quem non sente prazer em mandar um cumprido e chacoaiar as perna pro peido sair em fraquimentos? Quem non sente prazer em soltar um peido de metro, que sendo aquele que vósse vai caminhando e peidando pra ver em qual distância se achegando? Iéu confessando que já chegando uma véis a trinta metro de peido initerrupto. Quem non tem prazer de soltar os peido musical, aqueles que se contorce as perna em posisón diferente só pra mudar o ton do barulho, iéu confessando que trenando pra conseguir os famoso cinquenta tons de peido. Agora, se ezistindo o mior lugar pra peidar sendo nos baile, a musca abafa o som e as rodiada no salon non dexam suspeita de quem foi o autor, como dizendo aquela musca que o Homem de moral peida no salón e non quer que mulher lhe chame de cagón, reconhece o peido e non desanima, levante sacode a cueca e dá um peido pra cima!!!

Publicado na edição 1168 – 19/06/2019

Sobre Redação

Redação

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado. Campos marcados com * são obrigatórios *

*