Home / Colunas / Isidorio Duppa / Presentes

Presentes

Das véis iéu ficando numa saia justa, non sendo que iéu pensando em virar viadinho non, sendo expressón de gramática que querendo dizer ansim numa situação vergonhosa, embaraçosa, complicada. Iésto acontecendo quando iéu ganhando algum presente de alguma das fan e que iéu achando que sendo uma baita de uma porcaria, de um mal gosto desgraçado, coisa vagabunda mesmo que devendo ter sido comprado nos camelô e por respeito a pessoa que dando iéu agradecendo ansim que por educaçón e dando soriso de que gostando, mais na verdade, algumas coisa que ganhando iéu inté fazendo uns reparo pra ter condiçón de uso, otras iéu jogando no lixo mesmo. Aconteceu com uma camisa que iéu ganhando que devendo ter sido comprada no pantanal, non iera ton feia, ansin xadrezinha de manga longa, sirvindo direitinho, mais o que estragando sendo uma aplicaçón costurada de um jacaré de boca aberta e rabo torto, que se iéu fosse usar aquela porcaria tudo mundo indo gozar da minha cara, nesta iéu dando jeito, pegô tisora e arrancô aquele jacarezinho, deu trabalhon desgraçado, ficando buraco no bolso, mais iéu acabando carcando uma paia de paiero pregada pra esconder. Outra véis iéu ganhando um zócro escuro novo, inté que sendo moderno, redondo, até dando pra ficar mais chique substituindo os zócro quadrado que sempre usando, mas o que estragando sendo umas iscrita iscrivinhada na lente: Rayban. Onde já se viu alguém pensar em carcar adesivo na lente do zócro? Iéu tentando tirar com alco, querosene, gasolina, diabo verde e non saiendo, iéu que non vai usar um zócro que fazendo porpaganda de marca de veneno. Acontecendo também quando ganhando um boné, non sendo que iéu non usando boné, até que usando os que ganhô no posto de gasolina, na casa do agricultor, do adubo Manah, mas iéu nem conhecendo onde ficando iésta loja mormai que estando iscrivinhada na testa do boné. Prefume, já ganhando também, mas em véis de ganhar um prefume conhecido assim como cachimir bouquet ou até um leite de colônia, me deron um frasco quadrado duma marca desconhecida, Paco Rabane, um fedor lazarento de ruim, parecendo mesmo que sendo mistura do macho da paca, o paco e extrato de rabanete, extrato porque só iscrivinharon rabane sem o te da palavra, iéste sirvindo pra jogar nas formiga. Agora, o que hoje ganhando já sendo uma afronta, sendo produto robado que iéu queimando pra non ser acusado por interceptaçón de mercadoria robada, o Paletó até que ficando bunito, caiéu bem nos ombro, fechando bem no peito, corte italiano, mas que pertencendo a outra pessoa, que pelo jeito sendo do mesmo tamanho de iéu, um tal de Giorgio Armani, que iéu nem conhecendo, mas vai que iéu indo ma missa com o paletó e iéste tal de Giorgio apareça e me acusando de ladrón? Por iesto que eu sempre falando, se alguém quizer me dar presente que pelo menos iscolhendo um produto de qualidade pra que iéu podendo usar sem passar vergonha.


Publicado na edição 1158 – 11/04/2019

Sobre Redação

Redação

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado. Campos marcados com * são obrigatórios *

*