O desmonte da saúde continua: querem privatizar a UPA e o PAI | O Popular do Paraná
Home / Colunas / Sifar / O desmonte da saúde continua: querem privatizar a UPA e o PAI

O desmonte da saúde continua: querem privatizar a UPA e o PAI

Na última reunião de negociação realizada no dia 22 de dezembro entre os sindicatos e o governo, o secretário Genildo Carvalho, que conduziu a reunião – já que o prefeito não participou –, confirmou que a UPA (Unidade de Pronto Atendimento) e PAI (Pronto Atendimento Infantil) serão TERCEIRIZADOS, ou seja, passarão a ser administrados por uma OS (Organização Social).

Elencamos abaixo
8 principais MOTIVOS para ser CONTRA a terceirização/privatização da saúde:

1 – Rotatividade de profissionais e falta de experiência: com a terceirização a precariedade das relações de trabalho entre os funcionários contratados pelas OS’s serão ainda pior, a começar pelos baixos salários e ausência de plano de carreira, gerando rotatividade de profissionais e falta de experiência, já que a constante formação e capacitação não serão necessárias, como é hoje para que o servidor público avance na carreira.

2 – Diminuição da qualidade de serviço: não é preciso dizer que com funcionários ganhando mal e desestimulados a qualidade do atendimento cai desastrosamente. Além disso, as instituições privadas estão mais preocupadas com a quantidade do que a qualidade, ou seja, fazer mais atendimentos com muito menos funcionários. O resultado é a sobrecarga dos tra­balhadores, piora das condições de trabalho e consequentemente pior atendimento à população.

3 – A privatização na saúde já não deu certo em Araucária: um exemplo clássico é o HMA (Hospital Municipal de Araucária):

1ª privatização (Pró-Saúde) – o contrato foi encerrado com um passivo enorme de dívidas traba­lhistas que está até hoje na justiça. Se a empresa não pagar a prefeitura terá que pagar;

2ª privatização (Bio Saúde) – com poucos meses na administração produziu uma dívida enorme com a prefeitura;

3ª privatização (INDSH) – até hoje mesmo com todos os esforços dispensados, a Secretaria de Saúde não conseguiu reduzir o valor da contratação, tendo inclusive que contratar serviços de terceiros para resolver este problema insolúvel.

4 – Experiências desastrosas: Lembrando que no Brasil todas as experiências de terceirização e privatização do serviço público até agora não se mostraram eficientes para resolver os problemas crônicos da saúde, mais se mostra­ram o fio condutor para grandes escândalos de corrupção.

5 – Privatização de outros setores da Saúde: a entrada de ins­tituições privadas para administrar os serviços da UPA e PAI dá brecha para que avancem sobre outros espaços. Com certeza os serviços especializados e até mesmo unidades básicas já devem estar na mira. Isto é muito prejudicial, porque a prefeitura paga caro e não aumenta a rede de saúde própria do município, criando uma necessidade eterna de manter contratos com instituições privadas. Dá-lhe troca-troca de empresas, médicos, perda de acompanhamento, etc. Quem sofre é a população, o serviço público e os trabalhadores.

6 – Falta de transparência e controle: com a terceirização o poder público tem menos mecanismos de fiscalização e de controle de contratos realizados pelas OS’s com fornecedores e prestadores de serviço. A população não terá acesso à lista de funcionários das unidades terceirizadas, não poderá acompa­nhar os salários e os gastos de cada unidade como acontece atualmente, o que criaria uma espécie de “caixa-preta”, abrindo precedente para a CORRUPÇÃO.

Para além, é preciso ter planejamento para que a saúde de Araucária cresça junto com as necessidades da população. Com a privatização, não acontece o devido planejamento e a rede ficará menor do que o essencial.

7 – Vai contra a Constituição Federal: a Constituição de 88 diz que a saúde é direito de todos e dever do Estado e estabelece ainda as regras para a participação da iniciativa privada no sistema de saúde que podem participar apenas como atividade complementar no âmbito do sistema único de saúde apenas EXCEPCIONALMENTE e desde que comprovada sua real necessidade. E não como está acontecendo em Araucária, com a proposta de terceirizar TODA urgência e emergência.

8 – Fere os princípios do SUS: ao ir na contra mão na articulação da rede e no atendimento integral do usuário do sistema de saúde. Ao não ser gerida pela prefeitura, os funcionários das OS´s acabam por não ter conhecimento dos protocolo e de vínculo com os outros serviços da rede de saúde, o que resulta na dificuldade de encaminhamentos, solicitação de exames, continuidade do tratamento, capacitação dos trabalhadores e demais articulação da rede, resultando em ineficiência e aumento dos custos. Por exemplo, hoje no HMA sobram vagas de internamento e os serviços não conseguem encaminhar por não ser administrado pela prefeitura.

 

Pulicado na edição 1094 – 04/01/2018

Sobre Redação

Redação

5 comentários

  1. Tem que tentar privatizar mesmo!Esse pessoal da saude foi criado de uma forma impressionante pelos ferreiras anteriores.Hora extra a vontade,fgs a vontade,clts se esbaldando e mau atendimento haja vista o pessoal da vigilancia sanitaria, e o tal do motorista de ambulancia que ligava direto pro pai zeze?Na saude faziam corpo mole pra depois precisar fazer hora extra e tambem faziam hora extra na cozinha.As contas nao fecham analisem a folha dos salarios como esses antigos da saude sao super salarios,devido a tudo isso

    • Terceirizar e privatizar a saúde, é terceirizar o povo, se vcs acham que isso e bom vai em frente vc ainda nem começou a ver o que e inferno, não julguem a saúde da upa, sou usuária e estou sempre lá, e o pessoal trabalha muito bem, com qualidade e competência, pq em vez de reclamar não vai passar uma semana só investigando, vc vai ver que está enganado tá com inveja do salário deles, estude que vc pode chegar lá, por que estes mesmos funcionários que vc esta falando, estão lutando por vc, e pela população e a saúde de araucária, ninguém aqui faz corpo mole, e se fazem extra e pra atender vc e seus familiares, e mesmo assim nunca esta bom pra ninguém, nem cristo que morreu pregado numa cruz satisfez todo mundo, imagine esse povo que realmente trabalha, é fácil falar sem saber a realidade como é, como as coisas realmente funcionam ninguém sabe, ninguém tem direito de falar e julgar as pessoas sem antes ter certeza do que esta falando.pq não investiga a prefeitura e sua gestão, se tudo estivesse certinho, o povo e funcionários não estariam na luta e lave sua boca antes de falar qualquer coisa de alguém que vc não conhece pq nem pra se identificar vc foi capaz .

  2. Pois é, o cara acha que privatizando, alguma empresa de bom coração vai tomar o lugar e fazer um serviço bom para a população sem cobrar nada… Vai sonhando, bebezão…

  3. Infelizmente por falhas administrativas e alguns servidores mal intencionados ( tipo aquele que presta concurso publico pensando apenas na estabilidade e salários ), chega-se a tais situações, onde abre brechas para a ideia de terceirização… Embora já tenha passado por situações em que acompanhei algumas pessoas para atendimento na UPA e UBS, onde por algum motivo naquele momento o descaso se sobressaiu, eu digo que tendo trabalhado prestação de serviços, em toda região metropolitana, litoral e campos gerais durante alguns anos, já ouvi relatos bem piores, sobre atendimento publico de saude. Eu particularmente sou contrario a terceirização de serviço publico seja qual for.
    O que precisamos é que haja comprometimento por parte do funcionário, e maior controle pela administração.

  4. A privatização feita de maneira transparente com contratos bem formulados sem superfaturamento
    certamente a população sera melhor atendida, uma vez que os colaboradores não terão a estabilidade no emprego tendo que produzir para se manter no cargo e fazer jus ao salário, sabendo que não estão fazendo nenhum favor a população, como alguns servidores pensam (não são todos) e isto acredito que sera bom, desde que se estenda a todos os níveis na área da saúde, inclusive e principalmente aos médicos. É lógico que se o gestor não estiver comprometido, nada ira resolver o problema…

DEIXE UM COMENTÁRIO

Seu endereço de email não será publicado. Os campos requiridos são marcados com *

*