Home / Colunas / SMED / Em 2017, 15 escolas terão atividades em contraturno escolar

Em 2017, 15 escolas terão atividades em contraturno escolar


No próximo ano, 15 Escolas Municipais devem oferecer ampliação de jornada escolar. As aulas ocorrem em contraturno e serão realizadas por meio do Programa “Mais Educação”, iniciativa do Governo Federal, e coordenado pela Secretaria Municipal de Educação (SMED). A expectativa é que sejam atendidos 700 estudantes que já estão matriculadas nestas instituições.

Os estudantes contarão com almoço realizando, em período contrário, diversas atividades, entre elas: acompanhamento pe­dagógico (Português e matemática), esporte, cultura e artes, entres outros temas.

Atualmente onze escolas já desenvolvem a ampliação de jornada escolar. Para 2017, mais 4 novas unidades farão parte do programa. É válido destacar que a participação nesse programa é por adesão. As 15 escolas que aderiram são: Andréa Dias, Castelo Branco, Edwino Nowak, João Sperandio, Rosa Picheth, Rui Barbosa, Azuréa, Balbina, Delani, Egipciana, Juscelino K. de Oliveira, Marcelino, Nadir, Pedro Biscaia e Silda Sally.

Segundo Andréia Malinoski, responsável pelo “Mais Educação” na Secretaria Municipal de Educação (SMED), o programa vem crescendo a cada ano com a participação de novas escolas. Ainda segundo ela, com a iniciativa os estudantes poderão ter um melhor aproveitamento do tempo com atividades direcionadas.

“O programa é muito importante no desenvolvimento do ensino e aprendizagem das crianças. As atividades complementares realizadas melhoram o desempenho nas aulas. Eles adquirem novos conhecimentos e um melhor convívio social, possibilitando também que as crianças em vulnerabilidade possam estar seguras durante todo o dia”, finalizou Andréia.

Sobre SMED

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado. Campos marcados com * são obrigatórios *

*