Câmara reduz a quase zero gastos com horas-extras | O Popular do Paraná
Home / Câmara reduz a quase zero gastos com horas-extras

Câmara reduz a quase zero gastos com horas-extras

Ben Hur apresenta relatório com os gastos deste primeiro quadrimestre

 

A prestação de contas feita pela Câmara de Vereadores referente ao primeiro quadrimestre de 2017, realizada no último dia 31 de maio, trouxe uma informação bastante interessante: a Casa conseguiu reduzir a praticamente a zero as despesas com horas-extras nos quatro primeiros meses deste ano.

Os dados apresentados mostram que, de janeiro a abril, a Câmara pagou míseros R$ 455,77. O valor é praticamente dez vezes menor do que a Casa gastou ao longo do primeiro quadrimestre do ano passado, quando foram pagos R$ 4.073,53 com esse tipo de serviço.

Segundo o presidente da Câmara, Ben Hur Custódio de Oliveira (PR), o número é mais um prova de que o atual comando do Poder Legislativo está compromissado com a otimização dos recursos públicos do cidadão araucariense. “Em tempos de crise econômica, é muito importante que todos nós façamos a nossa parte. A Câmara está fazendo a dela e nossa intenção é zerar o gasto com horas-extras nos próximos meses”, afirma.

Para alcançar a meta, o presidente explica que – em conjunto com os demais vereadores trará as sessões ordinárias, realizadas as segundas à noite para as ma­nhãs de terça. “Como essas sessões são realizadas fora do horário normal de expediente necessariamente ainda tínhamos que pagar essas horas-extras. Com essa mudança, esse gasto deixa de ser necessário”, pondera.

O presidente ainda ressaltou que sua gestão também vem procurando realizar economia em todos os setores da Casa. Outro exemplo dado por ele foi o gasto com pagamento de gratificações. “Conseguimos reduzir em torno de 20% essas despesas e fizemos isso sem prejudicar a rotina de trabalho na Câmara”, garante.

Conforme dados do setor financeiro da Câmara, ao longo do primeiro quadrimestre de 2016, a Casa gastou com o pagamento de gratificação pelo exercício de funções R$ 229.490,98. Nos primeiros quatro meses de 2017 este valor caiu para R$ 184.239,98. “E é bom deixarmos claro que esse dinheiro que a Câmara economiza, não fica aqui para utilizarmos em outros serviços. Tudo o que não é gasto na manutenção do Poder Legislativo, volta para a Prefeitura, que aplica esse dinheiro em obras para beneficiar a população”, finalizou Ben Hur.

 

Texto: Waldiclei Barboza / Foto: Everson Santos

Sobre Redação

Redação

DEIXE UM COMENTÁRIO

Seu endereço de email não será publicado. Os campos requiridos são marcados com *

*