O ressuscitado se manifesta em comunidade | O Popular do Paraná
Home / O ressuscitado se manifesta em comunidade

O ressuscitado se manifesta em comunidade

Estamos vivendo a alegria da ressurreição de Jesus Cristo, neste período que chamamos de tempo pascal. Tempo em que celebramos a vitória da vida sobre a morte, da luz sobre as trevas, da esperança sobre o desespero, do entusiasmo sobre o desânimo, pois Jesus venceu tudo isso e se manifestou aos discípulos vivo e glorioso. Tempo em que renovamos a certeza de que o amor vence sobre o ódio, o bem vence sobre o mal, a graça vence sobre o pecado e a esperança de um mundo melhor não é apenas uma quimera, porque Deus é o Senhor de toda a história e é ele que conduz o universo.
Jesus Cristo ressuscitado se manifesta diversas vezes para os seus discípulos. O que chama a atenção, é que ele nunca aparece para uma pessoa individualmente, mas sempre onde estão reunidas duas ou mais pessoas. Esse dado é realmente significativo e nos faz pensar sobre a importância decisiva da comunidade. É na comunidade que ele se faz presente com toda a sua glória e todo o seu poder.
No primeiro dia da semana Jesus apareceu para os seus discípulos que estavam reunidos em comunidade. Tomé não estava com eles. Quando ele retornou, eles lhe disseram com alegria que viram o Senhor. Ele então disse que se não tocasse com as suas mãos o lado ele não acreditaria. Sete dias depois, no primeiro dia da semana, ele novamente aparece para eles. Tomé está presente e acredita então que Jesus ressuscitou, através destas palavras: “Meu Senhor e meu Deus”. O primeiro dia da semana é o domingo, o dia que ele ressuscitou e se apresentou para os seus discípulos, em comunidade.
Essas aparições de Jesus, o ressuscitado, demonstram claramente que o domingo é o seu dia, o dia em que ele continua se manifestando para os seus, reunidos em comunidade. Tantas pessoas dizem que rezam em casa, que é a mesma coisa que em comunidade. Não é verdade. Quem reza em casa e não participa da vida em comum, sobretudo, no domingo, pode ser um bom rezador, mas nunca fará a experiência do ressuscitado. Ele está presente onde dois ou três se reúnem em nome dele, para rezar, agradecer, partilhar a vida, os sonhos, os projetos, dividir alegrias e tristezas.
Quando a comunidade se reúne no domingo, faz a experiência do Cristo ressuscitado em seu meio. Ele se manifesta através da palavra de Deus e, sobretudo, através da eucaristia. Naquele pedaço de pão ele está vivo e presente em nosso meio. A eucaristia é a fonte de toda a vida cristã. Cristão não é aquele que reza todos os dias em casa, e talvez até com devoção, mas é aquele que participa da vida e das atividades que envolvem a comunidade. Ali, no domingo, o dia do Senhor, o dia em que se manifesta o Cristo ressuscitado, ele se encontra com os irmãos, partilha sua vida e a sua fé. Volta então animado e com as forças renovadas para enfrentar a semana que está iniciando.
Diz um velho ditado no meio cristão: ‘domingo sem missa, semana sem graça’. É a pura verdade, porque no encontro com os irmãos e com o ressuscitado, reavivamos a nossa fé, a nossa esperança, a nossa coragem de seguirmos sempre em frente. Animados pelo espirito do ressuscitado, recarregamos as nossas forças a fim de enfrentarmos as adversidades, as intempéries e as dificuldades do nosso dia a dia. Participe da sua comunidade todos os domingos, porque ali se manifesta o ressuscitado, força para a nossa caminhada diária.

Sobre Redação

Redação

DEIXE UM COMENTÁRIO

Seu endereço de email não será publicado. Os campos requiridos são marcados com *

*