Home / Notícias / Política / 2020 será o ano em que Araucária irá zerar a fila por vagas em cmeis, garante secretária

2020 será o ano em que Araucária irá zerar a fila por vagas em cmeis, garante secretária


Quase três mil profissionais da rede municipal de educação voltam ao trabalho nesta sexta-feira, 31 de janeiro, para preparar o ano letivo dos quase 16 mil estudantes vinculados a unidades mantidas pela Prefeitura de Araucária.


Esse verdadeiro exército de educadores é praticamente metade da totalidade de servidores públicos do Município, sendo que a Secretaria Municipal de Educação (SMED) detém hoje a maior fatia do orçamento municipal. São quase R$ 300 milhões investidos anualmente na formação educacional de nossos estudantes, desde a educação infantil até as séries finais do ensino fundamental.

Responsável por gerir essa estrutura toda, a secretária de Educação, Adriana Palmieri, falou com O Popular sobre os avanços obtidos pela SMED nos últimos anos e sobre os desafios que devem ser encarados pela pasta ao longo de 2020. “A expectativa para o ano de 2020 é extraordinária, pois temos muito a contribuir para o futuro das crianças e estudantes araucarienses. Um futuro, que acreditamos, deve ser construído com a experiência do passado e a base no presente”, analisou.

Entre os avanços que poderão ser comemorados, de acordo com Adriana, ao longo do ano letivo de 2020 estarão a entrega de mais de 10 unidades para a primeira etapa da Educação Básica (crianças de 0 a 5 anos). Além disso, outros sete cmeis já existentes estão sendo ampliados. Outros dois que funcionam em estruturas inadequadas serão demolidos e ganharam novos prédios. Um que funcionava em espaço locado ganhará sede própria e uma escola desativada foi adaptada para funcionar como cmei. Todas essas 21 obras aumentarão consideravelmente a capacidade da rede municipal.

Além dos cmeis, a Prefeitura também está concluindo a construção de três escolas municipais. Professor Arlindo Milton Druszcz, no jardim Arvoredo, a nova Pedro Biscaia, no Campina da Barra, e a Ambrósio Iantas, no Capela Velha. Todas devem ser entregues ainda em 2020.

Como nem só de prédios é feita a educação, Adriana também fez questão de destacar os investimentos que a Secretaria fez em materiais pedagógicos para os alunos da rede. “São parques infantis, brinquedos pedagógicos e livros de literatura que já recebemos das editoras e que serão entregues nas escolas e cmeis ao longo de fevereiro”, pontuou.

Três mil vagas

Desafio histórico da rede municipal de ensino, zerar a fila por uma vaga em cmeis do Município deve ser a conquista mais significativa da Secretaria de Educação em 2020. O problemão, que já rendeu até condenações na Justiça à Prefeitura, isto na gestão do ex-prefeito Albanor José Ferreira Gomes, deve finalmente ser resolvido pela administração do prefeito Hissam Hussein Dehaini, que – pontua a secretária – terminará o ano de 2020 criando três mil novas vagas para a primeira infância em quatro anos de governo. “Desde que assumimos a Secretaria, este foi um dos nossos maiores desafios. Tivemos que desembaraçar obras que estavam emperradas desde 2013, fosse por questões orçamentárias, problemas judiciais das empreiteiras, entre outros. Mas, graças a Deus e com muito trabalho de nossa equipe da SMED e de outras pastas vencemos todos esses percalços e quem vai ganhar com isso são as famílias de Araucária”, pontuou.

Chão da escola

Ainda conforme Adriana, outro ponto destacado que deve permear o trabalho ao longo de 2020, é reforçar a aproximação com todas as unidades educacionais. “Desde o ano passado, estamos reforçando nossa aproximação com as unidades por meio de mediações pedagógicas, visitas técnicas e até mesmo formação continuada in loco. Realizamos em 2019 inúmeras reuniões com as equipes das unidades – que serão repetidas este ano – com os responsáveis dos estudantes dos 5° anos, visando uma aproximação maior entre família e escola”, explicou.

A secretária ainda afirmou que pretende, cada vez mais, estar presente nas unidades, para que possa conhecer a rotina escolar e vivenciar também os problemas de cada espaço. “Estarei semanalmente em uma unidade educacional trabalhando na rotina do espaço, conhecendo as dificuldades e trabalhando para solucioná-las. Aliás, desde que cheguei a Araucária tenho feito isso. Já visitei pelo menos duas vezes cada unidade educacional. À exceção foi o Cmei Planalto, lá estive só uma vez”, garantiu.

Quanto à abordagem pedagógica, Adriana explicou que o foco da SMED para 2020 será, mais do que nunca, a interdisciplinaridade. “Temos a nova organização curricular do município de acordo com a Base Nacional Comum Curricular e estamos trabalhando no Planejamento Referencial do Município. Vale lembrar que a nossa rede possuía a diretriz curricular com o rol de conteúdos defasado. Graças ao compromisso, empenho e excelência da rede, conseguimos concluir em 2019 a nova organização curricular revisitando e respeitando a história da Educação no Município, porém trazendo as discussões do país para nossa cidade. E agora em 2020, concluiremos a versão preliminar do novo Planejamento Referencial”, afirmou.

Adriana acrescentou que outra ação iniciada em 2019 e que será reforçada em 2020 é a busca ativa dos estudantes que deixam de ir as aulas. “Com isso, evitamos a evasão escolar e que o estudante tenha seu desempenho acadêmico afetado, além de conhecer melhor eventual violação de direitos que essas crianças possam estar tendo em casa”, explicou.

Por fim, a secretária fez questão de dar boas-vindas a todos os profissionais da rede e disse ter certeza de que o ano letivo promete ser de muitas conquistas. “É com imensa alegria que estamos nos preparativos para o recebimento dos nossos colaboradores e estudantes para mais um ano letivo. Gostaríamos de dar as boas-vindas aos quase 3 mil profissionais que nesta próxima semana iniciarão a Semana de Planejamento para o acolhimento de quase 16 mil estudantes. Aos nossos estudantes, pais, professores e funcionários, desejamos que este seja mais um ano de aprendizado e muitas conquistas, sejam elas individuais e/ou coletivas”, finalizou.

Texto: Waldiclei Barboza

Foto: Marco Charneski

Publicado na edição 1197 – 30/01/2020

Sobre Redação

Redação

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado. Campos marcados com * são obrigatórios *

*