Home / Notícias / Política / À boca pequena, Olizandro já diz que não tentará reeleição

À boca pequena, Olizandro já diz que não tentará reeleição


Família, crise política nacional e doença seriam as razões para não disputar a eleição

Família, crise política nacional e doença seriam as razões para não disputar a eleição


Faltando pouco mais de quatro meses para as eleições municipais, é cada vez mais certo que Araucária deve ter mesmo um novo prefeito a partir do ano que vem. E nem precisaremos esperar a apuração das urnas para confirmar isso. Acontece que o atual chefe do Poder Executivo, Olizandro José Ferreira (PMDB), já não esconde dos mais próximos que não tentará à reeleição.

Segundo apurado por nossa reportagem, ele teria tomado a decisão após muitas noites em claro pensando sobre o assunto e também depois de discuti-lo com sua família. Recentemente, a um secretário municipal, Olizandro teria dito que vem pesando em sua decisão a questão familiar, haveria uma forte pressão de sua esposa, Belquis Ferreira, e de seus filhos, para que ele não concorresse.

O cenário político nacional também estaria influenciando na decisão. A um vereador, Olizandro teria desabafado que o momento atual não é bom para quem faz e gosta da política, pois haveria um grande descontentamento da população com seus represen­tantes, sendo que em Araucária a regra é a mesma.

Embora não goste de tocar no assunto, a problema de saúde que o afastou da Prefeitura por quase quarenta dias em 2013 é outro problema que o estaria afastando das urnas nas eleições de 2016. Como se sabe, ele é portador de uma doença autoimune, Miastenia gravis, que causa fraqueza muscular, falta de ar, cansaço excessivo, dificuldade para mastigar e engolir, visão dupla e pálpebras caídas.

A doença estaria controlada, mas como ela tem relação direta com o estresse, há relatos de pessoas próximas ao prefeito de que – dependendo dos problemas que surgem no trabalho – ele termina o dia extremamente cansado, com um grau de fadiga muscular que o impede de executar com normalidade movimentos simples, como subir uma escada.

Nada certo

Questionado por nossa reportagem sobre a procedência de que já teria mesmo resolvido não ser candidato à reeleição, Olizandro desconversa. Diz que não definiu nada ainda. “Não é o momento de falar sobre candidatura ou não. Vou falar sobre isso mais pra frente”, resume.

Porém, em seguida, meio que num ato falho, ele parece admitir que seu foco agora é levar sua administração até o final deste ano. “Meu pensamento agora é terminar o mandato realizando muito pela cidade. Talvez as pessoas ainda não tenham a noção da dimensão do que estamos fazendo, mas é muita coisa. Mesmo com o orçamento próprio da cidade quase que totalmente comprometido com o custeio da máquina, fomos atrás de recursos que hoje já beiram os R$ 100 milhões. Recursos que estão dando uma nova cara a diversos bairros de Araucária e que, tenho certeza, estão melhorando a qualidade de vida de milhares de pessoas. E estamos fazendo esse investimento todo mantendo os serviços públicos funcionando, o salário do funcionalismo em dia e pagando avanços”, finaliza.

Texto: Waldiclei Barboza / FOTO: MARCO CHARNESKI

Sobre Redação

Redação

One comment

  1. Avatar

    Qualquer que seja a decisão, Araucária compreenderá !

Deixe um comentário para Valdinei Barbosa Cancelar

Seu e-mail não será publicado. Campos marcados com * são obrigatórios *

*