Início / Colunas / Editorial / A difícil tarefa de informar

A difícil tarefa de informar


Em tempos como os atuais, a missão de bem informar não é das mais fáceis. Isto porque vivemos numa era em que, para cada notícia correta, há outras tantas empenhadas em distorcer a verdade, seja para que ela satisfaça a eventuais interesses pessoais, de classe, credo ou raça. Há ainda, nesses dias estranhos que vivemos, uma incredulidade natural dos receptores de informação. As pessoas estão com a chata mania de enxergar teorias da cons­piração em tudo. E, tudo isso aumenta a dificuldade dos órgãos de comunicação realmente sérios em realizar seu trabalho.

O grau de dificuldade em bem informar é aumentado algumas vezes quando estamos falando de veículos de comunicação locais, como é o caso de O Popular. Isto porque em cidades como a nossa convivemos diariamente com os personagens de nossas matérias. Essa relação seja de mera convivência ou até de amizade com alguns dos objetos de nossas matérias torna o trabalho de bem informar ainda mais espinhoso, por vezes até doloroso. No entanto, independentemente do quanto doa, do quanto gere constrangimento e até mal entendidos, é preciso seguir, concluir a matéria. É preciso informar!

E é preciso concluir a matéria, com a informação correta porque, se o veículo sério não o fizer, o maldoso, o despreparado o fará. E quando isso acontece, os danos causados aos personagens, a verdade, são muitas vezes irreversíveis. Logo, novamente, é o momento de O Popular reafirmar seu compromisso com o cidadão araucariense, com o seu leitor, com o seu anunciante, com o seu assinante e, acima de tudo, com a verdade dos fatos!

Seguiremos informando com coerência, apuração e procurando dar o peso correto aos lados envolvidos em todos os fatos, pois esta é a missão de um veículo de comunicação sério e comprometido com o meio em que está inserido. Pensemos todos nisso! Um ótimo feriado e boa leitura!

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado. Campos marcados com * são obrigatórios *

*