Início / Colunas / Delegado Recalcatti / Aprovado projeto que autoriza PM a reproduzir cavalos

Aprovado projeto que autoriza PM a reproduzir cavalos


Foi aprovado ontem na Assembleia Legislativa, em primeira votação, o projeto de Lei que autoriza a Polícia Militar do Paraná a promover a reprodução e criação de um plantel próprio de equídeos para uso nas unidades do Regimento de Polícia Montada (RPMon). Atualmente, os animais são adquiridos por meio de licitações. Embora realizadas com rigor administrativo e mediante exigências técnicas, nem sempre essas compras asseguram cavalos de alto padrão.

O projeto de Lei foi apresentado a pedido do próprio comando do RPMon e leva a minha assinatura e de mais três deputados: Luiz Claudio Romanelli (PSB), Pedro Lupion (DEM) e Márcio Pauliki (PDT). Uma minuta da proposta chegou a mim em outubro passado pelas mãos de uma grande amiga, a secretária da Comissão de Orçamento da Assembleia, Ana Beatriz. Foi ela quem intermediou a conversa com o comando do RPMon e que tem evoluído com muito sucesso.

De acordo com os militares, as aquisições via processos licitatórios não permitem um direcionamento de padrão de raça, sendo a corporação obrigada, por vezes, a ficar com os animais mesmo que de baixa qualidade genética. Nesse sentido, viabilizar a estrutura necessária para que o Centro de Veterinária da PM-PR possa promover a reprodução e criação de equídeos é a saída para assegurar padrões de estrutura física e comportamentais próprios para a atividade policial.

Além do policiamento ostensivo, os cavalos do RPMon também são utilizados para competições esportivas, como o hipismo, e na realização de um grande trabalho social, que é a equoterapia – tratamento interdisciplinar de crianças e adolescentes com deficiências psicomotoras. A equoterapia utiliza os movimentos do cavalo para proporcionar ao paciente equilíbrio, tônus muscular, flexibilidade, relaxamento e conscientização corporal.

De acordo com a proposta, a produção própria de equídeos poderá também gerar um excedente para ampliar o policiamento montado e fornecer animais a preço subsidiado para agricultores familiares. São diversas as possibilidades de destinação dos animais e material genético excedentes, de acordo com a proposta. A atividade de reprodução dos equinos do RPMon será realizada exclusivamente pelo Centro de Veterinária (Cevet), da Diretoria de Apoio Logístico da PM-PR.

O Projeto de Lei, no entanto, não impede que, se houver necessidade, sejam realizadas licitações para a aquisição de animais. A PM-PR mantém unidades de policiamento montado em Curitiba, Ponta Grossa, Vila Velha, Londrina e Cascavel. Com o plantel próprio, essa atividade poderá ser estendida para outras cidades.

 

Publicado na edição 1108 – 12/04/2018

recal

 

Compartilhe

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado.

x

Leia também

Nomes de peso debatem sobre “Setembro da Paz”

Reunindo pessoas de grupos e instituições engajadas no ativismo pela cultura de paz, tive o prazer de organizar e conduzir na manhã do último dia 4, uma sexta-feira, a audiência pública virtual que debateu o projeto de Lei 480/2020, de autoria do senador Flávio Arns, que prevê a criação da ...

Tratamento diferenciado do câncer infantil

Foi inaugurado na semana passada o Hospital Erastinho, maior complexo oncológico infantil do Sul do país, cujo projeto foi iniciado há cinco anos, em 2015. Idealizada pela direção do Hospital Erasto Gaertner, no bairro Jardim das Américas, em Curitiba, a construção envolveu sociedade organizada, parlamentares, governo e iniciativa privada. Fui ...

O “arrancadão” ganha espaço em Foz do Iguaçu

Foz do Iguaçu vai ganhar uma das mais bem equipadas pistas do esporte motorizado do país. De olho em mais atrações turísticas para a cidade no pós-pandemia, o prefeito Chico Brasileiro lançou na semana passada o edital de licitação para a execução das obras de terraplanagem da Pista de Arrancada ...

A urgente necessidade de contratar 200 escrivães

Na semana passada, apresentei um requerimento ao governo estadual com pedido de providências para a contratação imediata dos escrivães que foram aprovados em concurso público da Polícia Civil do Paraná, realizado em 2018. Apesar do ato de convocação de 200 aprovados publicado em 12 de março, eles efetivamente não tomaram ...

Saúde mental na segurança pública

Hoje quero abordar neste espaço semanal um tema que considero muito difícil e que deve ser tratado com profundidade e seriedade: a saúde mental dos servidores e das servidoras da área da segurança pública do Paraná. Policiais são vistos como heróis. Mas a verdade não é bem assim. Entre as ...

Integração tecnológica para o combate da criminalidade

Um grande avanço para a segurança pública da Região Metropolitana de Curitiba foi concluído na semana passada pela Secretaria de Segurança Pública e Administração Penitenciária (SESP). Todas as 29 prefeituras da RMC assinaram os Termos de Cooperação Técnica para o compartilhamento de informações entre os órgãos de segurança estaduais e ...