Home / Notícias / Política / Ararinhas estão notificando por falta de EstaR

Ararinhas estão notificando por falta de EstaR

Número de infrações aumentou consideravelmente esta semana

Número de infrações aumentou consideravelmente esta semana

Até recentemente, aqueles avisos de estacionamento irregular nas ruas de Araucária que têm o EstaR só eram colocados nos carros pelos agentes de trânsito. Isso, no entanto, mudou. Desde o início desta semana, as próprias ararinhas, funcionárias da Serttel, empresa responsável pelo gerenciamento do estacionamento rotativo é que estão aplicando essas notificações.

Como não poderia deixar de ser, a medida tem gerado muitas reclamações por parte dos motoristas. Isso porque, até então, cabia à ararinha apenas verificar se o carro estacionado havia adquirido os créditos do EstaR, sendo que – em caso negativo – elas avisavam o agente de trânsito, que vinha até o automóvel e aplicava a notificação de irregularidade.

A mudança, de cara, aumentou consideravelmente o número de notificações aplicadas. Isso porque, cada uma delas é responsável por um número específico de ruas. Então, elas passam, veem o carro parado sem EstaR, anotam a placa e dão uma voltinha, já que a lei estipula uma isenção de cinco minutos parados sem a habilitação de créditos de estacionamento, passados os cinco minutos, elas voltam e se o EstaR ainda não tiver sido ativado, notificam o motorista. Uma vez notificados, os usuáriosprecisam regularizar a situação em cinco dias, pagando uma taxa de R$ 6,00. Caso isso não seja feito, a notificação é automaticamente transformada em multa por estacionamento irregular.

Quando quem aplicava a notificação era o agente, a logística acima demorava muito mais, até porque o número de fiscais é bem menor do que o de ararinhas. Sem contar que eles fazem uma série de outras tarefas de orientação do trânsito. Tamanha era a demora, que muitos motoristas até se arriscavam a estacionar e não pagar o EstaR.

Embora, em tese, a mudança signifique mais agilidade na fiscalização do estacionamento irregular, há quem diga que as ararinhas não podem aplicar essas notificações, pois elas seriam uma atribuição exclusiva dos agentes de trânsito. A Secretaria Municipal de Urbanismo (SMUR), no entanto, não entende assim e, inclusive, afirma que o contrato firmado com a Serttel estipula que a colocação desses avisos de irregularidades é uma atribuição das araras.

Ainda conforme a SMUR, o agente de trânsito continua tendo que autenticar a notificação de estacionamento colocada pela ararinha. “A funcionária da Serttel identifica que o motorista está sem EstaR após os cinco minutos de tolerância e coloca a notificação. Em seguida, o agente vem até o carro e confirma se – de fato – o carro está parado sem EstaR e daí autentica a multa. Se ele não fizer essa autenticação, essa notificação da funcionária não gera a taxa de R$ 6”, garante o secretário de Urbanismo, Elias Kasecker.

Teste

Na manhã de ontem, 18 de dezembro, o jornal O Popular fez um teste para ver se a notificação só valeria mesmo após a autenticação do agente. Deixamos um carro parado na rua sem o EstaR, a ararinha passou e aplicou a notificação de irregularidade. Automaticamente, no entanto, a taxa de R$ 6 foi gerada para o proprietário do veículo, antes mesmo do agente fazer a tal notificação. Informado do episódio, Elias disse que isso não deveria estar acontecendo e que tomaria as providências para correção do problema.

Texto: Waldiclei Barboza / Foto: Everson Santos

Sobre Redação

Redação

One comment

  1. Avatar

    Porcaria de situação, secretário jogando culpa no mais fraco. Deveria ficar vermeio de vergonha se tivesse hombridade. Agora vejamos, chamar as trabalhadoras de “ARARINHAS” não é o mesmo que a bullying.

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado. Campos marcados com * são obrigatórios *

*