O evento promete movimentar a economia local e fomentar o turismo do município

Foi lançado oficialmente na quarta-feira, dia 21, o Encontraf (Encontro Nacional de Turismo Rural na Agricultura Familiar), que será realizado em Araucária entre os dias 3 e 7 de dezembro.

O evento aconteceu na sede da Emater, em Curitiba, e contou com a presença da secretária de Cultura e Turismo, Rosicler Regina Almeida e do secretário de Agricultura, João Batista Marinho.

O grupo polonês Wesoly Dom, a rainha da Festa do Pêssego Cláudia Cabrini e as princesas, a dupla sertaneja Alex Rossi e Rodrigo, também foram convidados para prestigiar o evento.

A secretária Rosicler destacou na ocasião que o Turismo Rural do município é destaque e exemplo para outros municípios do estado e até mesmo do país e, portanto, tem condições de sediar esse evento. “O Encontraf deve projetar o município e fortalecer ainda mais o setor, o que valorizará ainda mais o que temos de bom para oferecer aos visitantes”, destaca Rosicler.

É importante ressaltar que entre os benefícios do turismo rural para o município está o fortalecimento e a agregação de renda para os agricultores familiares. De acordo com o secretário de agricultura, Araucária conta com 2.800 propriedades rurais e desse total, cerca de 80% trabalha com agricultura familiar.

O encontro
O Encontraf reunirá no município cerca de 300 técnicos de todo o país para a discussão de temas relevantes para o desenvolvimento do setor. São aguardados para o evento representantes dos ministérios do Desenvolvimento Agrário e do Turismo.

Durante o encontro os participantes ainda terão a oportunidade de conhecer as experiências do turismo rural da cidade e a tradicional Festa do Pêssego, tendo em vista que este evento também será realizado na primeira semana de dezembro. O evento será realizado na chácara dos Pinheirais. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone 3642-5270.

Turismo
O roteiro de turismo rural “Caminhos de Guajuvira” é focado no agricultor familiar, que tem como característica principal a agricultura, mas abre suas propriedades para a prática do turismo rural em finais de semana ou sob agendamento. Ele funciona como forma de agregar uma renda extra para a propriedade.

De acordo com o diretor do departamento de Turismo da SMCT, André Marques, neste ano já passaram pelo roteiro mais de 1.500 pessoas. “Se pensarmos que cada um desses turistas deixa uma média de R$ 10 em cada propriedade, já se tem aí um valor significativo com a prática do turismo rural.

O turismo é assim, divulga muito o município, mas também ajuda os pequenos produtores rurais”, destaca André.