Secretaria Municipal de Meio Ambiente promoveu um ato simbólico em comemoração ao “Dia Mundial do Meio Ambiente”, realizando uma limpeza geral ao longo da rua Presidente Castelo Branco, no bairro Thomaz Coelho. A via conta com trechos em Área de Preservação Ambiental e estava com diversos pontos de descartes indiscriminado de resíduos sólidos como madeiras, galhos, recicláveis entre outros. 

Foram recolhidas 10 toneladas de rejeito, 1 caminhão de madeira, 2 caminhões de galhos e mais 250m3 de resíduos de construção civil. A SMMA contou com a parceria da empresa HB Ambiental Sistemas de Reciclagem que receberão os resíduos de construção civil e farão a reciclagem. Foram plantadas mudas de árvores nativas ao logo da via e implantação de placas informativas com proibição de jogar lixo.

“Muitas pessoas se aproveitam por ser um local um pouco distante do centro, com poucas residências e descartam materiais de maneira inadequada. Pedimos que os cidadãos não joguem o lixo nas ruas, nem queimem esses elementos, pois causa poluição. Quem for pego descartando coisas de maneira irregular, sofre punição através de auto de infração, pode ter que pagar multa e pode responder processo por isso”, orienta o diretor do Departamento de Limpeza Pública, Jean Victor Cordeiro.

Não seja conivente com o descarte irregular. Denuncie quem faz isso, pode ser inclusive de maneira anônima pela secretaria de Meio Ambiente, pela Ouvidoria do Município, Central da Cidadania ou GMA.

Lembrando que além da coleta normal do lixo, a Prefeitura também disponibiliza a coleta seletiva para materiais recicláveis (o cronograma pode ser conferido no site da Prefeitura) e também possui um programa que coleta materiais volumosos mediante agendamento pelo telefone (41)3614-7480. São considerados resíduos volumosos materiais como sofás, colchões, móveis, madeiras, fogões, pneus, equipamentos eletrônicos e eletrodomésticos.

Construção civil

Quem deve dar destinação correta para resíduos de construção civil, são os responsáveis pela obra; seja com locação de caçamba ou via usina de reciclagem de resíduos de construção civil.

Texto: PMA

Foto: divulgação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.