A partir deste domingo, 27 de janeiro, até a próxima quinta-feira (31) diversos bairros de Araucária podem sofrer com a falta de água em razão de obras que a Sanepar está realizando no sistema de abastecimento Passaúna. Essas interrupções também afetarão as cidades de Curitiba, Fazenda Rio Grande, Campo Largo e Almirante Tamandaré.

De acordo com a assessoria de imprensa da companhia, desde abril do ano passado, a empresa está investindo mais de R$ 6 milhões em melhorias no sistema Passaúna, sendo que agora as obras entrarão numa nova fase, a qual exige essas reduções temporárias na produção de água potável.

Domingo, 27 de janeiro

O cronograma estabelecido pela Sanepar para essa suspensão no fornecimento de água é o seguinte: no domingo (27), os serviços começam às 7h e a previsão de normalização é às 13h de segunda-feira (28).

Em Araucária, devem ser afetados os seguintes bairros: Boqueirão, Cachoeira, Capela Velha, Centro, Costeira, Estação, Fazenda Velha, Laranjeiras, Passaúna, Sabiá, Vila Nova, D. Victoria e Jardim Plínio.

Terça-feira, 29 de janeiro

O início da execução dos serviços está marcado para às 7h, com a normalização do fornecimento prevista para às 13 de quarta-feira (30). Os bairros araucarienses afetados serão Cachoeira, Campina da Barra, Costeira, Iguaçu e Tindiquera.

Quarta-feira, 30 de janeiro

As obras estão marcadas para iniciarem às 8h, com  normalização do fornecimento somente no dia seguinte, quinta-feira (31), às 15h. O período um pouco maior na suspensão se dá por conta da necessidade de interferência no sistema elétrico do Passaúna. Serão alcançados pela suspensão os bairros Campo Redondo, Palmital, Botiatuva, Cachoeira, Centro, Iguaçu, Barigui, Thomaz Coelho, Capela Velha, Sabiá, Tindiquera, Costeira, Cachoeira, São Miguel, Olaria, Jardim Las Vegas, Arvoredo, Jatobá, Panamericano e Jardim Atenas.

Caixa d’água

Ainda conforme a Sanepar, os desabastecimentos serão temporários, sendo que os imóveis que tenham caixa d´água com capacidade adequada ao tamanho e ocupação da moradia não serão afetados.

Melhorias

A empresa ainda enfatizou que o sistema Passaúna é o responsável pelo abastecimento de água de 800 mil pessoas na Região Metropolitana de Curitiba, sendo que essas obras são vitais para que a estrutura continue sendo capaz de atender a essa comunidade.

A Sanepar explicou que na primeira fase da obra houve o início da construção de uma nova estação elevatória, que vai enviar maior volume de água para reservatórios do Sistema Passaúna. Também já foi impermeabilizada uma das quatro câmaras que compõem o reservatório de água potável e iniciado os trabalhos de reforma dos filtros da Estação de Tratamento de Água (ETA) Passaúna.

Foto: Sanepar/Pr