Home / Notícias / Policial / Bandidos roubam em bar e população decide fazer justiça com as próprias mãos

Bandidos roubam em bar e população decide fazer justiça com as próprias mãos


Foto: divulgação

Um homem, identificado como Dalton Juliano, 26 anos, foi brutalmente espancado nesta quinta-feira, 22 de agosto, na rodovia do Xisto, bairro Thomaz Coelho. Ele foi agredido no rosto e no crânio, por três indivíduos ainda não identificados, que estavam em um veículo Palio, e o abordaram na rodovia do Xisto, 848, bairro Thomaz Coelho. Ele foi socorrido pelo Siate e encaminhado ao hospital, inconsciente, com vários hematomas pelo rosto e no crânio. As informações são de que ele teve um afundamento de crânio e está entubado.

Mas Juliano não apanhou de graça. Segundo a Polícia Militar, minutos antes, ele e um comparsa haviam assaltado várias pessoas em um bar nas proximidades. As vítimas relataram que eles entraram no local usando uma pistola, se passaram por policiais, e deram dado voz de abordagem. Na revista aos clientes, que acataram a ordem, eles roubaram carteiras e celulares. Um deles, inclusive, teria entrado atrás do balcão, onde roubou mais dinheiro e documentos do proprietário do bar.

Depois a dupla saiu correndo em direção à rodovia, onde teria  deixado um veículo Gol, que usaria para a fuga. Porém, alguns populares frustraram o plano arquitetado pelos bandidos. Partirem pra cima deles, antes mesmo que entrassem no carro e fugissem.  Juliano foi rapidamente imobilizado e apanhou muito, mas seu comparsa conseguiu fugir, sentido bairro Tatuquara, em Curitiba. A Guarda Municipal prestou apoio na ação e abordou um sujeito suspeito, próximo a este bairro, mas ele não foi reconhecido pelas vítimas.

Enquanto o boletim de ocorrência era confeccionado, a PM recebeu uma ligação no celular apreendido com o sujeito que havia apanhado. Era da esposa dele, que revelou sua identidade. Dalton já tem várias passagens pela polícia, inclusive é apontado pela polícia como autor de mais de 10 homicídios em Curitiba. Para completar sua ficha criminal, possui ainda dois mandados de prisão em aberto.

Sobre Redação

Redação

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado. Campos marcados com * são obrigatórios *

*