Compartilhe esta notícia

Próximo ao meio dia deste sábado, 19 de setembro, a Guarda Municipal esteve na localidade rural de Colônia Cristina, para atender uma briga de vizinhos. A equipe foi acionada por uma mulher, que teria sido ameaçada com uma arma pelo seu vizinho. Ela contou que o homem havia disparado tiros para o alto, após tê-la ameaçado de morte. Segundo a moradora, a confusão começou por conta de um terreno que possui uma única entrada para a casa dela e a do vizinho. Disse que no local circulam muitas pessoas estranhas e como ela mora sozinha com os filhos, ficou com medo e foi conversar com o homem sobre tal fato. Porém, não houve acordo entre os dois e a discussão ficou acalorada.

A mulher contou à equipe que o homem teria efetuado quatro disparos de arma de fogo e também a ameaçado de morte. Questionado sobre o fato, ele primeiramente negou, mas na sequência admitiu que deu dois disparos. Perguntando sobre a arma, ele acabou entregando uma pistola 380, com cinco munições intactas, juntamente com o registro da arma, com validade até 3 de fevereiro de 2019. O homem também, negou que teria feito ameaças à mulher e contou que ela não quer deixá-lo usar a entrada da casa, para ter acesso ao seu barracão.

O problema é que o antigo proprietário fez a venda dos terrenos com uma única entrada. Diante dos fatos, os vizinhos foram encaminhados para Delegacia de Polícia Civil para os procedimentos cabíveis.

Compartilhe esta notícia


close