Araucária segue investindo em ferramentas que auxiliam no trabalho da Guarda Municipal e das demais forças policiais. Em breve o município vai iniciar o uso de câmeras de alta tecnologia, capazes de fazer o reconhecimento facial e ainda, identificar placas de veículos. O recurso vai permitir a identificação de foragidos da justiça, suspeitos de crimes, localização de veículos roubados e flagrar outros delitos. O secretário municipal de Segurança Pública, José Roberto Fortes Couceiro, disse que a previsão é de que todo o sistema esteja funcionando até o final de 2020, com a instalação das primeiras câmeras ainda no mês de maio. “A tecnologia já é utilizada para identificação de pessoas e veículos em vários municípios, inclusive fizemos duas visitas técnicas para conhecer o sistema nas cidades paulistas de Indaiatuba e Guararema, e pudemos perceber que os resultados têm sido bastante positivos. Em Araucária, o projeto já está todo alinhado e os pontos onde serão instaladas as câmaras novas também estão definidos. O próximo passo, que deverá ocorrer em breve, será a abertura da licitação para contratar a empresa que fará a locação e manutenção dos equipamentos no município”, comentou.

A partir do novo sistema de monitoramento, deve ocorrer a reformulação completa da Central de Controle de Operações (CCO) da Guarda Municipal, com equipamentos mais sofisticados e ainda a implantação de um banco de dados com acesso a todas as informações fornecidas pelos órgãos de segurança do Estado. Isso vai facilitar a identificação de suspeitos, principalmente daqueles que circulam por aí com mandados de prisão em aberto. “Com o reconhecimento facial ou a placa do veículo, em minutos, será possível confrontar as informações com o nosso banco de dados e efetuar a prisão. Essa tecnologia não vai auxiliar apenas a Guarda Municipal, mas todas as forças policiais do Município, contribuindo principalmente com os processos de investigação”, explicou Fortes.

Vigilância ampliada

Das atuais 44 câmeras existentes no município, que em breve serão desativadas, Araucária passará a contar com 201 novas câmeras, de alta tecnologia. “Os equipamentos permitem a utilização de um software inteligente, possuem um alcance de até 4km e serão instalados em pontos específicos da cidade, tanto no centro quanto nos bairros. Os locais foram selecionados após um estudo que apontou locais com grande circulação de pessoas, além de pontos com maior incidência de crimes como furtos e roubos”, esclareceu o secretário.

Investimentos

Para implantar essa nova tecnologia serão empregados recursos de cerca de R$ 1.800mi ao ano, recurso oriundo de uma emenda feita pela Câmara de Vereadores ao Orçamento do Município.

Publicado na edição 1201 – 27/02/2020