Início / Colunas / Waldiclei Barboza / Canecas quebradas!

Canecas quebradas!


Esta semana, acompanhando os desdobramentos deste período pré-eleitoral, postei um vídeo na fanpage de O Popular atualizando aqueles que nos acompanham sobre em que pé andava as negociações acerca do destino do PMDB local nas eleições deste ano.

Propositalmente fiz o vídeo com uma velha caneca do ex-prefeito Zezé sobre a mesa. Daquelas que distribuíam antigamente durante o período eleitoral, mas que agora são proibidas de serem entregues pela Justiça Eleitoral. Não deu outra. O souvenir fez o maior sucesso. Um sucesso negativo, diga-se de passagem, mas um sucesso. Isto, aliás, fez com que eu me recordasse de um texto que escrevi já há muitos anos sobre o assunto e que, creio, merece uma atualização agora.

É o que eu estou chamando de teoria das canecas quebradas, pois é justamente isso que estamos presenciando em Araucária: canecas sendo quebradas. Porém, infelizmente, quem as está quebrando não é o cidadão araucariense e sim a incapacidade desses sujeitos de formar sucessores. E não formam sucessores simplesmente porque não confiam uns nos outros. E tamanha desconfiança no próximo se dá porque seus projetos não são de uma cidade melhor e sim projetos de poder, poder pelo poder e é tolo quem ainda aceita sentar para conversar com esses que historicamente só sangraram esta pobre cidade rica.

Também é triste a constatação de que nestas eleições podemos não estar trocando as velhas canecas de cerâmica por produtos ambientalmente e socialmente sustentáveis. Muito pelo contrário, podemos estar trocando as velhas xícaras por copos de plástico descartáveis, que – aliás – são mais prejudiciais para o planeta. O alento, porém, é que governos feitos com esses copinhos não têm a mesma resistência do que os construídos com cerâmica.

As eleições deste ano – aparentemente – vão sim representar um rompimento com a velha política araucariense. Isso porque, dos candidatos que estão tendo suas candidaturas viabilizadas, apenas a do ex-prefeito Rizio Wachowicz ainda respira, mas por pouco tempo, já que – pelo que se nota – a direção local do DEM já quebrou um das asas da caneca de Rizio, só falta agora jogá-la de vez contra o chão.

Infelizmente, porém, nenhuma das candidaturas que está por ser ratificada neste pleito foi forjada nos interesses da cidade de Araucária. Pode até ser que eventualmente o vitorioso faça um governo razoável, mas os acordos que estão sendo fechados agora são um convite à depressão para aqueles que diariamente acordam cedo para trabalhar em prol de um município melhor para seus habitantes.

Resta-nos então seguir esperançosos e jamais desistir de Araucária! Comentários são bem vindos em www.opopularpr.com.br! Até uma próxima!

6 comments

  1. Esse de ontem,fizeram um acordo do diabo de conchavos

  2. Canecas ou xícaras?

  3. Eu mandei devolver a minha para esse mega senhor depois de muitos anos pois o considero uma fraude pelo que fez todos esses anos.O tempo mostrou q foi e ele ainda quer voltar?Absurdo,vai catar coquinho!

    • Os puxa sacos do zezezao devem entender q ele so sabe governar araucaria com muito dinheiro como foi no passado.Araucaria quebrada sao poucos,porque alem de ser um bom administrador nao pode ser muito ladrao mais,pois nao tera muito pra roubar

  4. Olha que está realmente difícil escolher o menos pior pra se votar, na real ninguém deveria nem ir votar.
    Moramos em chão de petróleo, mas recebemos esgoto.

  5. Parabéns pelo texto, muito sagaz e retrata muito bem a realidade hoje existente…infelizmente a busca do poder pelo poder é manifestadamente recorrente na política araucariense…esperemos que a população araucariense esteja preparada para essa decisão importantíssima para o futuro de nossa cidade.

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado. Campos marcados com * são obrigatórios *

*