Home / Notícias / Geral / Colégio Metropolitana mantém fidelidade com a educação de qualidade

Colégio Metropolitana mantém fidelidade com a educação de qualidade


Sempre inovando em projetos e atividades na área tecnológica, o Colégio Metropolitana encerrou o ano letivo com chave de ouro. Quatro grandes eventos foram realizados com sucesso, na presença maciça dos familiares dos alunos. A Feira de Ciências, este ano marcada pela inovação tecnológica, aconteceu no dia 26 de novembro. Tradição na instituição, o evento envolveu alunos do 6º ano ao ensino médio, que demonstraram toda sua capacidade com trabalhos de alto nível. “Os alunos esbanjaram criatividade e conhecimento, se dedicaram bastante e o resultado foi fantástico. Todos estão de parabéns”, elogiou a diretora Márcia Katuragi.


A 3ª Feira de Empreendedorismo, ocorrida no dia 27 de novembro, também chamou a atenção dos visitantes pela desenvoltura e domínio dos alunos durante a explicação dos trabalhos. O Colégio Metropolitana foi a única instituição a realizar este evento em parceria com o Sebrae. A feira, cujo objetivo é ensinar as crianças a empreender, envolveu as turmas do fundamental I e II. “Os pais prestigiaram e elogiaram os trabalhos dos filhos, o que demonstra o envolvimento de todos no processo educacional”, reiterou Márcia.

O Colégio Metropolitana também foi a única instituição de ensino convidada a participar da 1ª Arena Internacional de Inovação, que aconteceu no Parque Cachoeira, nos dias 29 e 30. Duas turmas do ensino médio levaram seus projetos para expor. Um deles foi o Autismobô, uma máquina de auxílio para autistas no aprendizado e socialização, já apresentada em outros grandes eventos tecnológicos. O segundo projeto também foi um robô, desta vez com foco no bullying. A máquina será usada em sala de aula para ajudar crianças vítimas dessa violência. “A professora detecta o aluno que está sofrendo bulliyng e o robozinho faz o monitoramento. Cada vez que ele vê a criança e sua evolução, muda seu status, antes triste, passa a sorrir, os olhos que eram cabisbaixos, se enchem de alegria, por fim, quando a criança está totalmente livre dessa violência, um bonequinho feliz, que a simboliza, sai de dentro do robô”, explicou Márcia.

O último evento promovido pelo Colégio, no dia 5 de dezembro, foi a 2ª Noite de Autógrafos, repleta de emoção e encantamento. Para se ter uma noção do sucesso que foi, mesmo com a chuva forte que caiu bem no início das apresentações, os pais não se intimidaram e foram prestigiar seus filhos, lotando o ginásio da escola. Crianças da educação infantil e fundamental I fizeram a releitura de obras e escreveram livros, dentro de um projeto de estímulo à leitura, que foi desenvolvido em sala de aula no segundo bimestre. Depois eles deram autógrafos para os próprios pais. “Os alunos foram as estrelas que brilharam em noite de chuva”, aplaudiu a diretora.

A Noite de Autógrafos contou ainda com a participação de uma aluna do 6º ano, que tocou a 9ª Sinfonia de Beethoven em um teclado robô, criado por outros três alunos. As turmas do 2º e 3º ano do ensino médio também contribuíram com o sucesso da noite. Os alunos escreveram livros de poesias e ainda serviram um delicioso café para os convidados. “Estamos emocionados e realizados, pois encerramos o ano com a certeza de que o Colégio Metropolitana está no caminho certo, pois nossa fidelidade é com a educação de qualidade”, pontuou Márcia.

Premiação Sinepe

O Colégio Metropolitana também fez bonito no Prêmio Práticas Inovadoras em Educação – edição 2019, organizado pelo Sinepe/PR, que aconteceu no dia 22 de novembro, no Espaço Torres, em Curitiba. A instituição apresentou quatro projetos e mais uma vez foi premiada.

A diretora Márcia Katuragi, a coordenadora Gabriela, psicopedagoga Alessandra e as professoras Janete e Joseane representaram o Colégio no evento que reuniu mais de 400 pessoas.

Texto: Maurenn Bernardo

Publicado na edição 1193 – 12/12/2019

Sobre Redação

Redação

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado. Campos marcados com * são obrigatórios *

*