Home / Colunas / Isidorio Duppa / Comitiva dos Polacos

Comitiva dos Polacos


Comitiva de Polaco vindo da Polonha achegaron lá em casa, uns seis casal de polaco, com iéles vindo um destes tradutor de polaco que explicando que a comitiva vindo conhecer uma propriedade polaca das antiga que estando igual de quando vieron os primero imigrante da Polonha. Os polaco falavon numa língua deferente de como que nóis falemo em polaco e iéu enton preguntando se iéles sendo mesmo polaco porque falando coisa que iéu non entendendo, enton o tradutor dizendo que iéles falando o polaco gramático e nóis no Brasil falemo o polaco caipira que sendo uma mistura de polaco aportuguesado com invençón de palavra apolacada. Iéu non entendendo nada que iéle falando pros polaco da Polonha mais os Polaco se rachando de dar risada. Mesmo ansim foi mostrando propriedade, casa de madera com mata-junta de ripa, com cada peça pintada de uma cor, quadro de santo espaiado pela casa intera, folhinha do coraçón de Jesuis de arrancar folha todo dia, partelera cheia de conserva de pepino azedo, fogon de lenha, caxon de lenha, sala com altar cheio de florzinha de plástico e mais quadro de santo, Tradutor falava pros polaco e iéles se rachavon de dar risada. Saéimo pra fora da casa pra mostrar jardim cercado com ripa, fumo andando pelo paiol de mio, pelo potrero, galinhero, chiquero e comitiva tudo zoiando com cara de interessado, tradutor enton falando pros polaco e iéles se rachando de dar risada. Iésto começando a me incomodar um poco, será que iéles achando ingrassado como iéu vivendo? se sendo do mesmo jeiton de quando vieron os antepassado que sendo tudo da terra de Polonha!! Desgracéra Mésmo!! Fumo andando pra mostrar plantaçón de mio, Tradutor falando e os Polaco de rachando de dar risada. Entremo de novo na cozinha e iéu por ser respeitoso oferecendo café de polaco, pon-com-banha, quejo de porco e kuque, se sentaron na mesa e tradutor falando e iéles se rachando de dar risada. Iéu non tava mais aguentando de réiva!!! Foi enton que um polaco zoiô pra mim e falando uma palavra que iéu entendendo: Vudka!!! Entón até achando que Vudka sendo linguage universal pra se pedir pinga!! Pegô umas garafa de pinga Trevisan que guardando de 1975 e servindo no copo grande pra ir passando de bicada em bicada, que nada!! Polaco virando copo num gole só! Non dando cinco minuto as quinze garafa de pinga ficaron tudo vazia, inté as muiér polaca já tavon com os zóio virado e cara verméia.Tradutor enton falando pra iéles e iéles se rachando de dar risada. Se alevantaron da mesa pra ir embora e iéu non aguentando, foi dando de dedo no tradutor, dizendo que onde já se vendo, os polaco da Polonha achando engrassado o jeito dos polaco do Brasil que vivendo como os antigo vivendo, os costume, as cumida, casa, plantaçón, que iésto sendo um desrespeito com nóis mesmo, que iéles nem ligando pra polaco brasilero, que iéles sendo tudo uns mal agradecido! Enton Tradutor dizendo que non sendo nada do que iéu pensando, que toda véis que iéle falando pros polaco iéle contando uma das piada do Isidório, por iésto que iéles se rachavon de dar risada e que iéles só querendo vir conhecer propriedade porque fama de Isidório da Polonha sendo grande e fazendo sucesso nas rádio polaca. Os Polaco enton pediron otógrifo, me abraçaron com aquele bafo de cachaça e ainda me convidaron pra conhecer a Polonha.

Publicado na edição 1195 – 16/01/2020

Sobre Redação

Redação

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado. Campos marcados com * são obrigatórios *

*