Home / Notícias / Policial / Continuam frequentes os casos de agressão

Continuam frequentes os casos de agressão

Nesta semana, da mesma forma como tem ocorrido em todas as semanas, a PM de Araucária foi acionada para resolver vários casos de violência doméstica. São situações onde mulheres estão sendo ameaçadas, na maioria das vezes pelo próprio companheiro.

Quase sempre a história é a mesma. A mulher liga desespera­da e quando a polícia chega o machão ou já está mais calminho ou fugiu. Orientadas pelos soldados, muitas ainda dão sequência e formalizam a queixa na Delegacia da Mulher. Mas uma grande parte dessas vítimas decide dei­xar por isso e dizem que não vão fazer queixa.

Um desses foi no Porto Laranjeiras, na rua Kazimiera Szymanski no domingo, dia 14, por volta de 2h00. Também no domingo, na rua Albatroz, bairro Capela Velha, o casal se tramou na pancada. Quando a PM chegou o marido, caindo de bêbado, se comprometeu a ficar mais calmo e a mulher, embora tenha sido agredida, disse que não faria queixa.

No sábado, dia 13, na rua Ivaí, um homem discutiu feio com a companheira e depois saiu. Quando ele voltou, os vizinhos disseram que seu cunhado, irmão da companheira, esteve no local, à sua procura com uma faca em cada mão. Arrebentou a porta de entrada e disse que quando encontrasse iria matá-lo. Também no sábado, na rua Malva, uma senhora de 74 anos teve que chamar a polícia porque seu filho estava ameaçando-a novamente. Segundo contou a senhora, o filho está cada vez mais agressivo, chegando a machucar seus braços de tanto apertar. Ela disse que vai representar contra ele pois “a situação não pode continuar como está”. O homem foi algemado e encaminhado para a delgacia para providências.

Texto: CARLOS DO VALLE

Sobre Redação

Redação

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado. Campos marcados com * são obrigatórios *

*