Home / Colunas / Editorial / Depois do amanhã

Depois do amanhã


Muito se fala sobre viver o hoje e o agora, mas estamos prestes a participar do maior evento democrático do país, aquele que nos faz, ou ao menos nos deveria fazer, pensar no depois do amanhã.

É bom lembrarmos que as esco­lhas feitas nestas eleições refletirão em nossos próximos quatro anos ou mais que isso. Por isso, ser dono de si, de suas escolhas, tem a ver absolutamente com o nosso futuro.

Todos querem um país justo, igualitário, desenvolvido. Antes disso, porém, é preciso pensar, analisar, medir intenções, ler sobre projetos e ter a maior quantidade de informações possíveis sobre o candidato ao qual iremos confiar nosso voto. Caso contrário, continuaremos a viver na desordem e no empobrecimento de uma nação.

Em tese, aqueles que elegemos para nos representar deveriam pensar de forma coletiva. Entretanto, sabemos que a ganância tem invertido essa função, prevalecendo o individualismo, junto às acusações, fraudes e corrupção.

Sendo assim, essa é a hora em que a frase “a união faz a força” nunca fez tanto sentido. Pense bem antes de confirmar seu voto nas urnas, neste domingo, 7 de outubro.

Leia mais sobre as eleições nas páginas 6, 7, 8 e 12. Ainda, acompanhe no domingo, na página no Facebook do jornal O Popular a apuração dos votos e o desempenho dos candidatos locais. Boa leitura.

Publicado na edição 1133 – 04/10/18

Sobre Katty Ferreira

Avatar

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado. Campos marcados com * são obrigatórios *

*