Início / Colunas / É Ruim, Mas Já Foi Pior!

É Ruim, Mas Já Foi Pior!


Desde janeiro de 2005, compareço a quase todas as sessões plenárias realizadas pela Câmara Municipal de Araucária. Se bobear, na legislatura passada, tive mais presenças até do que alguns vereadores. O mesmo vale para a legislatura atual. Infelizmente, minha experiência de cinco anos acompanhando o trabalho dos nossos edis só ajudou a corroborar o que o senso comum já sabia: o nosso legislativo é muito fraco. Mas, dou meu testemunho aqui, ele já foi pior do que é hoje!

Afirmo que a legislatura atual é mais forte do que a anterior porque não temos a imensa maioria dos edis subvernientes ao Poder Executivo. Hoje, quem comparece as sessões da Câmara tem muito mais chances de sair de lá sabendo o que realmente está acontecendo em nossa cidade. Isto porque não raramente somos blindados com discursos de vereadores como Clodoaldo, Betão, Alan e Esmael, que retratam o que de fato acontece em nossa cidade. E não pensem que eu estou sendo ingênuo e que acredito no altruísmo puro e simples destes senhores. Muito pelo contrário. Eu sei que os seus discursos e posicionamentos são frutos de uma conjuntura política, que os afastou do jarro dourado da Prefeitura. Benza Deus que os quatro foram afastados do centro do poder, pois a versão atual deles é muito mais útil à coletividade do que as dos outros sete edis.

E digo que o quarteto é mais útil a coletividade pois – constitucionalmente – a tarefa de uma Câmara é essencialmente legislar e fiscalizar. Esta história de ficar fazendo requerimento e intermediando solicitações da comunidade para esse ou aquele secretário é ridícula e não deveria existir. Onde já se viu que o fiscal do prefeito fique pedindo favorzinhos a quem ele deveria fiscalizar? Isso é a prostituição da vereança. Penso, sinceramente, que cada requerimento de um vereador solicitando este ou aquele serviço é um atestado de incompetência. Afinal, se o edil tem que pedir que se faça uma lombada ou que a ambulância busque um paciente isto significa que o Executivo não está fazendo o seu papel. E se a Prefeitura não está fazendo o seu papel, caberia a Câmara cobrar algumas vezes e depois, se os problemas não se resolveram, tratar de apinchar o prefeito de sua cadeira e colocar alguém competente no lugar. Simples assim.

Temos que parar – definitivamente – de colocar a culpa dos problemas da nossa cidade somente no prefeito. Há outros culpados. A começar por aqueles sete senhores que estão com as bundas acomodadas nas cadeiras da Câmara há mais de um ano sem ao menos denunciar o abandono de nossa cidade por parte do poder público.

E, vocês, amigos leitores, o que pensam sobre o assunto. Deixem sua opinião. Até semana que vem!

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado. Campos marcados com * são obrigatórios *

*