Início / Colunas / Editorial / É só querer de verdade que dá

É só querer de verdade que dá


Um dos grandes desafios de uma comunidade é perceber o quanto ela pode se ajudar, compartilhando experiências, habilidades, recursos e trabalho entre seus indivíduos. Saber onde estão os problemas e as pessoas que precisam de mais ajuda é a parte fácil. Por isso, exemplos de ações como o Natal Solidário, movimento comandado desde sua primeira edição pelo empresário Marcelo Murin e a comunidade cada vez maior de colaboradores ali da região do bairro Costeira é algo tão digno de nota.

Não só pela seriedade e transparência como ele trata as doações e colaborações dos voluntários, mas por seu empreendedorismo e planejamento. É por conta disso que o projeto tem tomado proporções cada vez maiores e sua importância social ultrapassa a simples ajuda àquelas pessoas que irão receber as doações. Começa a ser uma prova de que, sim, é possível criar ações que irão envolver mais e mais pessoas em torno de uma ideia, uma causa, atingir resultados e ainda assim, não ficar devendo um só centavo a ninguém.

É um exemplo a ser seguido por outras pessoas ou mesmo comunidades que vemos, todos os dias, apenas se lamentarem da sorte, que esse ou aquele político não presta e não ajudou e por isso a coisa ficou ruim. É um bom exemplo de que, com vontade, determinação e uma boa dose de planejamento se pode chegar longe.

A propósito, um dos cuidados de Marcelo é não deixar que político nenhum se envolva no projeto. Pense nisso e boa leitura.

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado. Campos marcados com * são obrigatórios *

*