Início / Colunas / Isidorio Duppa / Entrevista – Parte final

Entrevista – Parte final


Marília Gabriela – Estamos chegando no final desta entrevista com o polaco mais famoso do Paraná, Isidório Duppa, e agora vamos falar dos shows e do teatro, como tudo isso começou? Isidório: Ansim, iéu achando interessante contar a história que passando com uma p…, quer dizer, com uma moça de negócio. Marilia Gabriela: Moça de Negócio? Isidório: sendo destas que cobron pra fazer uns servicio e iscrivinhou a história pra contar sozinho e conversando com pessoal da Cantina da Lidia iéles emprestaron restorante pro povo ficar sentado e se lambusar de tando comer comida de polaco, despois de umas apresentaçón iéu enton achando que podendo contar história pro povo da capital e entrando neste Festival de Teatro, já trazendo os personage pra contar a mesma história junto e ansim surgindo a peça Semo Polaco Non Semo Fraco. Despois chamando minha irmã Flortcha pra nois contar história junto na Cantina da Lidia, despois de umas apresentaçón fumo pra capital contar a “Desgracéra Mésmo”, enton pra non ficar sem comida de polaco da Cantina da Lidia, iéu contando a história do “Polaco de Araukówia” e despois do “Empório com Isidório”, enquanto isso lá na Capital povo tudo querendo que história da p…,continuasse enton surgindo o “Semo Polaco Non Semo Tanso”, e ansim, estamo inté hoje nos teatro da Capital, e ansim já estamo nessa lida fazendo 10 ano.

Marilia Gabriela: E agora? Já tem projeto novo? Isidório: Iéu anda projetando aumentar o chiquero e dar uma garibada no galinhero; Marilia Gabriela: Digo, projeto de espetáculos? Isidório: Povo tudo pidindo pra voltar as apresentaçón na Cantina da Lídia, mais iéu vai ter que contar história nova, quem sabe, depois que acabando colheita da batata no fazendo.

Marília Gabriela: E agora pra finalizar a nossa conversa com este Polaco da Araukówia, famos fazer o nosso Ping-Pong, eu digo uma palavra e nosso entrevistado diz o que primeiro vem na cabeça. Uma Cor? Isidório: Não podendo ser duas? Marilia Gabriela: Não, é uma só. Isidório: Enton Cor-de-rosa. Marilia Gabriela: Cor de rosa? Não é meio feminino pra uma polaco chucro? Isidório: Non, sendo a Mistura de Branco com Vermeio que sendo as cor da Bandera da Polonha! Marilia Gabriela: Uma Fruta? Isidório: Non podendo ser duas? Marilia Gabriela: Não é uma só Isidório senão não é ping-pong. Isidório: Enton Nectarina. Marilia Gabriela: Nectarina? Nunca ninguém disse esta fruta aqui na entrevista, tenho que perguntar porque? Isidório: é que sendo a Mistura de pesgo com amexa, e como só podendo dizer uma iéu misturando da duas. Marília Gabriela: Você não tem jeito mesmo né Polaco, então vamos continuar com o Ping-pong, mas sem querer me enganar, uma cidade? Isidório: Araukówia. Marilia Gabriela: Uma Viagem? Praia de Matinhos. Marilia Gabriela: Uma Comida? Isidório: Keith Lua. Marilia Gabriela: Comida de se alimentar. Isidório: ah, iéstas de comer com a boca mesmo, enton, repolho azedo com costelinha de porco. Marilia Gabriela: Um Amigo: Isidório: Compadre Ignácio, mesmo sendo um desgraçado de um vigarista mais sendo útil quando saindo trabaiar. Marilia Gabriela: Um Sonho? Isidório: de Nata. Marilia Gabriela: Sonho de sonhar seu Duppa. Isidório: Ganhar primero prêmio do Bingo. Marilia Gabriela: Uma Paixão: Isidório: Grazi Massafera. Marilia Gabriela: A Grazi, então você assiste novela? Isidório: Non, nem sabendo que iéla sendo das novela, mais falando da primera que vindo na cabeça e que estando interessada niéu!

Marilia Gabriela: Foi um enorme prazer entrevistar esta pessoa inteligentíssima!

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado. Campos marcados com * são obrigatórios *

*