Marilia Gabriela – Estamos recebendo em nossa emissora Isidório Duppa, para falar de sua vida e de sua carreira, Isidório, você nasceu aonde? Isidório – Em casa mesmo, Lá no Capom Fechado.

Marilia Gabriela –Duppa é um sobrenome polaco, tem algum significado? Isidório – É, é…. Naldegas…..
Marilia Gabriela – Naldegas? Isidório – É Bunda Mesmo!!! Iéu vai explicar como que isto que aconteceu. A Familia Duppa é proveniente de uma pequena aldeiazinha pertinho de Cracóvia chamada de Araucówia, e nesta Araucówia era muito comum dar sobrenome com pedaço de corpo humano, veja, tinha lá a familia dos Vantroba, Vantroba é Fígado, estes eram os banquero querendo comer o Fígo de tudo mundo. Tinha a Familia dos Renca, Renca é mon, iéstes eron os advogado passando a mon em tudo mundo. Tinha a Familia dos ielito, ielito é intestino, este eron os politico, só faziam merda, quando meu tatatataravô foi escolher nome de familia perguntaron pra ele qual pedaço do corpo ele mais gostava, assim ficou Duppa na Familia.

Marilia Gabriela – Então Isidório, conte um pouco de sua familia. Isidório – De Papai mon tem muito o que falar, papai moreu quando iéu sendo gurizón, moréu de vinho branco, foi atravessar asfalto dexou passar caro vermelho “vinha o branco” e pegou ele. Mamãe dexou passar o luto oficial de tréis dia e despois já vestiu ropa floriada, vivia pintada e cherosa, era uma polaca vistosa mas se sentia gorda, tanto que foi pra cidade e entrou nestes vigilante do peso, fucionava direitinho até que ela começou a levar estes vigilante pra drento de casa, até que um dia vigilante robou ela e nunca mais se tem noticia de Mamãe. Nóis semo em seis irmon, Mietcho, Iadia, Victa, Iantuz, som casado e iéu e Flortcha semo solteron.

Marilia Gabriela – E você nunca quis casar? Isidório – Querer sempre querendo, mais iéu tem poco de medo procausa dos conselho dos conhecido. Veja, Emilio sempre sendo ateu, nón acreditava e nada, até que casou, começou a acreditar no capeta. Albino dizendo que casamento é que nem caxumba, se non cuidar vai pro saco, Roque dizendo que casamento é que plano de cebular, despois que se assina o contrato sempre aparecendo uma opição melhor, vocês sabion que 100% dos divórcio acontecem por causa do casamento? Lá no Casamento da Victa iéu era conde de casamento com Irenska, a Irenskona e pessoal tudo falando vai Isidório dá em cima dela, dá em cima dela, mais como que iéu ia dar em cima dela, a mulher tinha dois métro e meio de altura por 4 de circunferença, aquela mulher pra andar de caro tinha que ter traçón até no estepe, pra dançar sokóua tinha que ter no mínimo habilitacón do tipo C, non podia ficar muito tempo parado nas esquina que prefeitura já vinha querendo cobrar IPTU, pra tomar banho tinha que usar 3 toalha senon virava caso de saúde pública, dizem que água parara em pneu dá dengue, depois disso ninguém mais se interessando por iéu.
Marília Gabriela – Nós vamos chamar os comerciais e contiunamos na semana que vem, entrevistando Isidório Duppa, o Polaco do xaxixón vermeio