Um erro da Secretaria de Estado da Saúde (SESA) na divulgação do boletim epidemiológico da noite desta quarta-feira, 3 de junho, fez os casos positivos de coronavírus em Araucária crescerem 30% em apenas 24 horas. O boletim desta quarta apontou que a cidade alcançou 100 positivados. Na terça-feira (2) eram 77.

O crescimento vertiginoso fez com que a Secretaria Municipal de Saúde (SMSA) emitisse uma nota na manhã desta quinta-feira (4) informando que houve um erro na estratificação dos casos apurados pela SESA e que, na verdade, Araucária não teve 23 novos casos. O boletim que será divulgado no final do dia de hoje já deve trazer a correção.

Ainda conforme a SMSA, o erro aconteceu porque a Refinaria Presidente Getúlio Vargas (Repar), ao notificar no sistema do Estado, informou como sendo moradores de Araucária todos os casos positivados por exames que vêm realizando em seus funcionários e/ou terceirizados.

A metodologia, porém, estabelece que os casos confirmados são colocados “na conta” da cidade onde a pessoa testada positiva reside e não na cidade onde a coleta foi feita. Assim, como nem todas as pessoas que trabalham na Repar moram em Araucária, os casos não podem ser vinculados ao Município.

Ainda conforme a SMSA, o Departamento de Vigilância em Saúde de Araucária já está em contato com a Secretaria de Estado para corrigir os números, colocando na conta de Araucária somente os casos de trabalhadores da Repar que efetivamente residam em nossa cidade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.