Home / Notícias / Geral / Escola Balbina promove debate entre candidatos do Projeto Eleitor do Futuro

Escola Balbina promove debate entre candidatos do Projeto Eleitor do Futuro



A Escola Municipal Profª Balbina Pereira de Souza, no jardim Santa Cara, realizou na manhã do dia 7 de novembro, um debate entre os candidatos do Projeto Eleitor do Futuro, realizado em parceria com a Escola Judiciária Eleitoral do Paraná. O projeto vem acontecendo na escola há mais de dois meses e está possibilitando aos alunos, a vivência de um processo eleitoral, desde a organização dos partidos, a escolha dos candidatos, o registro das candidaturas e a campanha eleitoral. Nesse processo, foram envolvidas 11 turmas do ensino fundamental, com o total de 285 alunos participantes.

O debate reuniu os cinco candidatos escolhidos democraticamente pelos partidos: Gabriel Felipe (PELICE 52), Geovana Pereira (PEC 54), Matilde (PSPCV 53), Yasmim Brizola (PVS 50) e Yasmim Soares (PLR 51), que além de exporem suas propostas de melhorias para a unidade escolar, também abordaram temas como bullying, participação da família na escola, meio ambiente e uso consciente da internet e do aparelho celular em sala de aula.

Fernando Joel Rodrigues, diretor da Escola Balbina, disse que “o projeto é muito importante porque representa uma oportunidade de reflexão da comunidade escolar a respeito da sua realidade e de como a participação de cada aluno é fundamental para a construção de uma educação pública de qualidade e de uma sociedade mais justa e igualitária”. A diretora auxiliar, Maria Aparecida dos Santos Machado, complementa, afirmando que a iniciativa incentiva o voto responsável, pois “os alunos aprendem a analisar as propostas dos candidatos, as quais devem estar de acordo com as necessidades da população”. 

A coordenação do projeto na escola ficou a cargo da professora Márcia Bovo, de Língua Portuguesa, que elaborou e executou o debate, inclusive com a preparação da oratória dos candidatos. “Os candidatos souberam cumprir com integridade, entusiasmo e responsabilidade a tarefa que lhes foi dada. Tornaram-se amigos e apoiaram-se mutuamente. Para nós, professores, ficou o desejo de continuidade do projeto e de incentivá-los a buscarem cada vez mais uma representação estudantil ativa na escola e na comunidade”, pontuou.

A eleição, que é fictícia, acontecerá na próxima terça-feira, dia 12 de novembro, com uma urna eletrônica operada por alunos-mesários treinados pelo TRE.

Texto: Maurenn Bernardo

Sobre Redação

Redação

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado. Campos marcados com * são obrigatórios *

*