Na semana passada os servidores municipais, em especial o magistério municipal, saíram às ruas para protestar contra a falta de pagamento das promoções previstas no Plano de Carreira da categoria e contra o descumprimento da lei federal que estabelece o percentual de 33% de hora-atividade aos professores.

Realizamos no último dia 19, uma caminhada pelo centro da cidade até a prefeitura, lá fomos recebidos por representantes do governo municipal. O prefeito Olizandro não se fez presente. Esta é a segunda reunião com o Sindicato que ele não comparece.

Sem nenhum avanço e com muita intransigência na mesa de negociação, por parte da administração, a categoria decidiu permanecer em estado de greve até o final de abril, quando deverá ser realizada uma assembléia conjunta entre o Sismmar e o Sifar para deliberar sobre uma nova greve ainda este ano, caso o PCCV continue na gaveta do Prefeito.
Os representantes da prefeitura alegam que regularizarão as promoções apenas quando o índice de gastos com pessoal estiver abaixo do limite prudencial, porém esses 15 meses de atraso nos pagamentos têm um efeito “bola de neve” nos cofres públicos. Ou seja, quanto mais tempo a administração deixar de pagar, mais o volume de passivos aumenta.

O Sindicato vem alertando a prefeitura dessa situação e parece que vem sendo ignorado. O clima das negociações é bem diferente daquele que aparece no site da prefeitura. O suposto “diálogo” que afirma a assessoria de imprensa é fortemente marcado pelo clima hostil.

Infelizmente do outro lado da mesa de negociação não há nenhum servidor de carreira com promoções atrasadas. Apenas secretários e assessores comissionados, que não permanecerão na prefeitura até o final de suas carreiras. Eles não deixaram as suas famílias, nem dedicaram seu tempo para estudar e não depositaram confiança na prefeitura em relação às suas carreiras. Estão ali de passagem. Que torcemos pra que seja breve.

Sismmar
Sindicato dos Servidores do Magistério Municipal de Araucária

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.