Início / Colunas / Editorial / Falta de Planejamento

Falta de Planejamento


É triste a situação à qual nosso município chegou. Os malefícios da falta de planejamento de longo prazo estão aparecendo todos os dias. A cidade parece estar entrando em colapso lentamente, em uma agonia sem fim.

Algumas coisas estão mais expostas e chamam mais a atenção porque pioraram muito no último ano e pouco, como a estagnação da arrecadação e a consequente falta de recursos para fazer frente às despesas normais de custeio da máquina, mas outras, como o caso da falta de vagas nas creches já vem se arrastando há anos.

Precisamos urgentemente repensar essa cidade. Na questão das creches, por exemplo, é vital que encontremos formas de atender a demanda manifesta. Porém, também é urgente que incentivemos as famílias araucarienses a planejarem a chegada dos filhos, para que eles deixem de vir ao mundo sem que seus pais tenham condições de oferecer-lhes uma vida digna.

A afirmação acima, obviamente, não tem como objetivo eximir o Município de sua obrigação constitucional de oferecer Educação de maneira universal. Justamente por isso, é louvável ação mais incisiva do Ministério Público local na questão das vagas nas creches, principalmente porque ela pretende priorizar aquelas famílias em estado de vulnerabilidade social, que são as que mais precisam do Estado. Boa leitura.

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado. Campos marcados com * são obrigatórios *

*