Se achegando em casa um déstes cunvite pra festa de 15 ano da sobrinha Marlene, fia da Victa minha irmã, iéu falando pra Flortcha que iéu non séndo loco de ir numa fésta ton cumprida que durando 15 ano, Flortcha contando que iésta fésta é dos 15 ano de idade, séndo cóisa bunita e importante pra menina. Bém, ansim séndo iéu fazéndo esfórço. No cunvite dizéndo que fésta séndo a fantasia, bém, pelo menos non séndo de verdade. Iéu ponhando rópa de ir na missa, engraxando sapaton, Flortcha prendéu os cabelo com umas maria-chiquinha, ponhando vestido de bolinha verméia, queimando rolha de garafon e fazendo umas pinta na cara, quando iéu vendo Flortcha daquele jeiton iéu quase moréu de tanto dar risada, onde iéla pensando que indo vistida de bruxa? Flortcha fói falando que iéla estando vistida de menininha dos ano 60 e indo na festa de fantasia e que iéu também téndo que se vistir deferente pra ir na fésta. Qui Diabo!!!, como que iéu téndo que se vistir deferente se única ropa boa que téndo séndo a de ir na missa? Flortcha dando idéia, pegar pelego da caroça, amarar na bariga, pedaço de coro de vaca ponhar nos pé, pegar poréte de amassar pinhon e ir vistido de home das caverna, iéu perguntando pra Flortcha cómo que iéu vai dançar sokóua com poréte na mon? Flortcha explicando que nestas fésta non téndo conjunto de musca polaca só téndo um tal de Didjéi que tocando festa, cómo que séndo? Uma pessóa só tocando baile intéro? Deve sér o super-home! Se acheguémo no salon paroquial onde fésta acontecéndo e parecéndo que lá drénto estando pegando fogo, uma fumacéra saindo pelas janela, luiz de tudo quanto é cor piscando, de véis enquando uns relâmpo, uma barulhéra desgraçada e quando entrémo, vige Santa Misericórdia, parecendo que todas figurinha dos gibi viraron génte, tava o home-aranha, o home-de-féro, o batiman co róbe, a muiér gato, a banca-de-neve sem os anon, tudo pulando no méio do salon. Iéu foi percurando o músico que tocando tudo sozinho, iéste tal de Didjéi mas non encontrando, só um rapaiz na frente de umas radiola téndo. Cinderela se achegando pra iéu e fói falando que minha fantasia tava massa, iéu falô que non séndo de massa, séndo de pelego mésmo. Iéla pegando iéu pélas mon e caregando pra méio do salon, iéu pra non ficar paradon que ném cepo começando também a dar uns pulinho que ném os super-herói, fói mechéndo cabeça e balançando bunda, de repente fizéron uma volta em volta de iéu e começaron a bater palma, iéu pensando mésmo que sendo gente importante e entrando no ritimo da baruiéra, foi dando umas voltinha com o poréte na mon, se abaxava, se alevantava e povo intéro fazéndo mésma cóisa que iéu fazéndo, Cinderela ponhando a mon na minha cintura e povo intéro se ingatanto fazéndo treizinho, fumo coréndo pelo salon, pasando no méio das mésa, quando home de preto pegando iéu pelos cangote e fói me caregando pra fora do baile. Iéu perguntô proqué iéle fazéndo iésto com iéu já que povo intéro se divirtindo? Iéle contô que fantasia que iéu vistindo séndo pruibida pra menor de 18 ano. Qui Diabo!!! Iéu nunca oviu falar que os home das caverna usasse cueca. Désgracéra Mésmo!!!

Publicado na edição 1125 – 09/08/18