Início / Colunas / Fialla…ialaiaaaa…

Fialla…ialaiaaaa…


Eu já sabia! Foi isso que eu disse quando vi a votação feita em Araucária pelo vice-prefeito, Isac Fialla, em sua empreitada por uma das 54 vagas na Assembleia Legislativa. 15.312 votos para o candidato da máquina é um fracasso. O resultado fica ainda mais humilhante para Isac quando levamos em conta que o presidente da Câmara de Vereadores, Rui Sérgio Alves de Souza, com sua campanha praticamente franciscana quando comparada a do vice, fez 14.491 votos. Apenas 821votos a menos.

A votação pífia de Isac na cidade é apenas um fiel retrato da administração pífia que o prefeito Albanor José Ferreira Gomes está fazendo em Araucária. Alguém, com certeza, pode até ter pensado que o poder econômico fosse mascarar tal realidade. Mas, graças às urnas, isto não aconteceu, o que é extremamente salutar para a população araucariense.

Nas urnas, o povo de Araucária mostrou que não está satisfeito com a incompetência de Zezé na Prefeitura. Mostrou que está com saudades das grandes obras… sejam elas do Olizandro, do Rizio ou do Major Sezino. Mostrou também que é preciso trabalhar antes para só depois pedir votos, o que não aconteceu de forma contínua nesta gestão.

Isac saiu menor do que entrou nesta campanha. E a culpa, de novo, é de Albanor. Chego a pensar, inclusive, que Zezé, com sua larga experiência política, já vislumbrava o fracasso isaquiano e, justamente por isso jogou seu vice nessa fria. O mito não deve querer ver Isac maior do que ele. E digo isso porque nas eleições de 2008 o grande vencedor foi Isac. Todos lembram que a campanha tucana capengava até Fialla ser alçado ao posto de vice. Aberta às urnas, vitória do 45 e grande parte dos méritos daquela conquista foi dada a Isac, que chegou a ser considerado o herdeiro político do mito. A herança, no entanto, parece ser maldita.

Se Isac for esperto e tiver mesmo pretensões políticas, ele rompe com Albanor. No entanto, se os interesses não forem nada republicanos, continuaremos na mesma. Espero, sinceramente, que Fialla, opte pela primeira opção. E ele não precisa nem ficar constrangido em dar um belo pé no homem do quarto andar. Afinal, Zezé acaba de dar um pé bem dado nele. Chumbo trocado não dói. Isso sem contar que vice brigar com o titular é muito comum em Araucária. Ninguém vai estranhar.

E você, o que pensa sobre o assunto. Dê seu pitaco e até semana que vem!

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado. Campos marcados com * são obrigatórios *

*