Home / Notícias / Policial / GMA faz operações na área rural

GMA faz operações na área rural

Efetivo da GMA realizou uma operação na área rural para aumentar a segurança

Efetivo da GMA realizou uma operação na área rural para aumentar a segurança

A Guarda Municipal de Arau­cária (GMA) está intensificando as operações de segurança na área rural do município com a implantação da Guarda Ambiental. Na sexta-feira, 15 de maio, equipes foram até a região do Tietê para apresentar o novo serviço disponível para a população. Aproveitando a presença das Guardas Municipais de Mandirituba e de Fazenda Rio Grande, uma blitz no limite da cidade também foi realizada para reforçar o patrulhamento na região.

Dona Iraídes Mazur, de 56 anos, mora em frente à Escola Municipal Andréa Dias e percebendo a presença do efetivo foi contar um pouco da realidade da região e quais os principais problemas enfrentados. “Achei uma maravilha ter essa guarda voltada mais para a área rural, a gente agradece”, opina a dona de casa.
A diretora da escola municipal, Clarice Maria Mosson, também elogia a iniciativa. “Vai ficar mais perto de nós. A nossa é uma das escolas mais distantes do Centro e se temos alguma ocorrência demora um tempo até chegar alguma viatura. A possibilidade de termos contato com as equipes por um telefone celular específico, sem precisar passar pela central, também irá facilitar nosso contato”, relata Clarice.

O Departamento de Ação e Prevenção da GMA continuará executando palestras e rondas nas escolas, e a Guarda Ambiental ajudará as equipes operacionais a ampliar o patrulhamento na região rural. “Nosso objetivo principal é a proteção da comunidade. Apesar de termos essa distinção da formação ambiental, nosso intuito maior é manter os malfeitores longe da população de bem, pois não deixamos de ser guardas. Queremos que os colonos nos vejam como alia­dos e não se sintam incomodados com nossa presença”, explica o coordenador da Guarda Ambiental, Lucimar de Souza.

Continuidade

A intenção da secretária municipal de Segurança de Araucária, Rita Aparecida Oliveira, é de que essas ações envolvendo outras guardas sejam realizadas com frequência. “É importante essa união de forças, tanto entre as guardas, como com a polícia. Com boa vontade a gente fortalece o pouco que tem. E junto com a comunidade, o aproveitamento dessa relação fica ainda maior, porque são os moradores da região que têm conhecimento do que acontece e do que precisa melhorar”, finaliza Rita.

FOTO: COLABORAÇÃO: CARLOS POLY/SMCS

Sobre Redação

Redação

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado. Campos marcados com * são obrigatórios *

*