Home / Notícias / Coronavírus / Governo convoca profissionais da saúde aprovados em concurso

Governo convoca profissionais da saúde aprovados em concurso


Foto: divulgação

O governador Carlos Massa Ratinho Junior autorizou a contratação de mais 256 profissionais da saúde aprovados em concurso público para encorpar a força-tarefa contra o coronavírus no Paraná. As nomeações constam nos decretos 4.299 e 4.300 publicados na quinta-feira, 19 de março. Como já foram aprovados em dezembro nos exames médicos, os novos servidores começam a trabalhar imediatamente.

Outros 106 também foram convocados e estão finalizando nesta semana as avaliações médicas. Com isso, serão 362 novos servidores reforçando os quadros da Secretaria Estadual da Saúde.

Os profissionais que já foram nomeados assumirão funções de administrador, assistente social, assistente de farmácia, biólogo, enfermeiro, engenheiro agrônomo, farmacêutico, fisioterapeuta, fonoaudiólogo, inspetor de saneamento, médico, nutricionista, odontólogo, psicólogo, terapeuta ocupacional e técnicos administrativo, de enfermagem, de laboratório, de manutenção e de segurança do trabalho.

Eles vão atuar em todas as regiões do Estado. Do total, 13 profissionais serão deslocados para atuar no Complexo Hospital do Trabalhador, em Curitiba.

PLANO DE AÇÃO

De acordo com a Secretaria da Saúde, os novos contratados foram habilitados no concurso público de 073/2016. Eles passam a pertencer ao quadro funcional do Estado, mas serão deslocados inicialmente para atividades com foco na redução da circulação do coronavírus no Paraná.

O secretário de Estado da Saúde, Beto Preto, explicou que as nomeações fazem parte do plano de ação do Governo do Estado parae enfrentamento ao vírus. “São profissionais que vão atuar em diversas Regionais de Saúde do Estado para ajudar a organizar o trabalho que vem sendo feito em todo Paraná contra o coronavírus”, afirmou. “Conseguiremos ofertar ainda mais possibilidades aos paranaenses neste momento de pandemia”, completou o secretário.

MAIS ESTRUTURA

Além das equipes da saúde, ressaltou Beto Preto, estão previstas contratações de leitos de UTI, de aparelhos hospitalares e a validação de laboratórios privados para a confecção dos testes para descobrir se o paciente está ou não infectado.

“Estamos tomando medidas diárias para reforçar o quadro, articulando uma rede de proteção que garanta o atendimento de todos, especialmente daqueles que estão mais vulneráveis, como os idosos”, destacou Beto Preto.

Texto: Agência de Notícias do Paraná

Foto: divulgação

Sobre Redação

Redação

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado. Campos marcados com * são obrigatórios *

*