Início / Notícias / Policial / Guarda Ambiental apreende 45 pássaros silvestres

Guarda Ambiental apreende 45 pássaros silvestres


Os proprietários foram notificados e devem comparecer na SMMA

 

A Guarda Ambiental apreendeu, em três ocorrências que aconteceram no último sábado e segunda-feira, dias 18 e 20 de agosto, 45 pássaros silvestres.
A primeira ocorrência aconteceu na ocupação irregular do Israelense, localizada no bairro Capela Velha. A equipe da guarda, durante patrulhamento, localizou em uma casa 10 pássaros silvestres, entre pintassilgos e canários-terra em gaiolas.

Já no sábado, em cumprimento a ordem de serviço expedida pela Secretaria Municipal de Meio Ambiente (SMMA), mais 35 aves foram apreendidas. O primeiro local da ocorrência foi em um aviário no jardim Iguaçu e o segundo em uma residência no jardim Palomar. Entre estes pássaros, havia canários terra, pintassilgos, coleirinhos, trinca ferros, maritacas, papagaios e outros.

Todos as aves apreendidas foram encaminhadas ao Instituto Ambiental do Paraná (IAP), onde devem passar por triagem com médicos veterinários e posteriormente serão encaminhados para soltura ou tentativa de readaptação à natureza.

Ambos os proprietários estavam mantendo os animais em cativeiro e não tinham autorização de órgão competente para a posse das aves. Vale lembrar que “matar, perseguir, caçar, apanhar, utilizar espécimes da fauna silvestre, nativos ou em rota migratória, sem a devida permissão, licença ou autorização da autoridade competente, ou em desacordo com a obtida”, caracteriza crime ambiental com pena de detenção de seis meses a um ano e multa.

Os proprietários foram notificados e devem prestar esclarecimento na SMMA conforme Lei Federal nº 9605/98.
Denúncias podem ser feitas pelos telefones 3614-7480, 3642-1226 ou 153.

Foto: divulgação

Publicado na edição 1127 – 23/08/18

One comment

  1. É isso ai gmas ambientais continuem lutando bravamente,salvando nossos amiguinhos das garras do mal.Os bandidos que tem coragem de fazer isso nao merecem viver em sociedade e esses sim que merecem ficar numa jaula

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado. Campos marcados com * são obrigatórios *

*