Home / Notícias / Policial / Homem que matou esposa a facadas é condenado a 36 anos de prisão

Homem que matou esposa a facadas é condenado a 36 anos de prisão


Faca usada por Eluir para matar a esposa. Foto: divulgação

O Conselho de Sentença do Tribunal do Júri de Araucária condenou Eluir de Lima Purguer a mais de 36 anos de prisão, pelo assassinato da própria esposa, Eliane de Lima Purguer, ocorrido em 12 de julho de 2017. O julgamento do réu aconteceu na quinta-feira, 22 de agosto, e a pena exata fixada foi de 36 anos, 10 meses e 20 dias, em regime fechado.

O réu, que já se encontrava preso há cerca de dois anos, não teve a pena atenuada porque os jurados entenderam que ele usou de meio cruel e de recurso que dificultou a defesa da vítima. Eluir matou a esposa quando cumpria uma pena por outro crime, em regime semiaberto, com uso de tornozeleira eletrônica.

O crime aconteceu na rua José Karas, no bairro Thomaz Coelho. Quando a Polícia Militar chegou na residência do casal, Eliane estava caída no chão da cozinha, com muito sangue pelo piso e visíveis perfurações no corpo. Após avaliação do médico do Samu, que esteve no local, foram identificadas pelo menos 10 facadas, sendo elas na barriga, braços, cabeça e pernas.

A vítima foi encaminhada ainda com vida, mas em estado grave, para o Hospital Municipal de Araucária pelo Siate, onde faleceu minutos depois. Na época dos fatos, testemunhas chegaram a dizer que as brigas entre o casal eram rotineiras. No dia do crime, quando foi encontrado pela polícia, Eluir teria dito aos policiais que cometeu o crime porque sua esposa o traía, entretanto, testemunhas disseram o contrário, que Eliane era uma pessoa bastante discreta e que praticamente não saia de casa. Eluir também não teria demonstrado nenhum remorso ou culpa pelo que fez, mostrando-se bastante frio em relação ao assassinato.

Publicado na edição 1178 – 29/08/2019

Sobre Redação

Redação

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado. Campos marcados com * são obrigatórios *

*