O abrigo construído por voluntários para cães de rua no jardim Uirapuru, no bairro Costeira, mais conhecido como cãodomínio, foi incendiado por vândalos no último final de semana. Parte da estrutura, formada por casas de madeira e telhas, caixas d’água improvisadas e outros materiais, ficou totalmente destruída, deixando os animais desabrigados e sem o teto que lhes dava conforto e proteção da chuva. No local vivem atualmente 14 cães, mas já chegou a abrigar 20.

Os animais recebem os cuidados da protetora independente Lena Gonçalves, responsável pela construção do abrigo, da dona Jovina, moradora vizinha, e de outros voluntários. Elas ficaram revoltadas com a maldade e a crueldade dos vândalos, aparentemente sem motivo algum, já que os animais que vivem naquela área são extremamente dóceis e não há relatos de que tenham atacado alguém. A protetora Lena conta que esta foi a terceira vez que o cãodominio foi atacado. “Também já tivemos casos de envenenamento de cães aqui, é muita atrocidade o que fazem com esses animais, sabendo que eles estão no abrigo porque foram abandonados na rua, deixados ali por pessoas que não têm amor no coração”, lamentou. Lena lembrou ainda que além da maldade contra os animais, os incêndios causam sérios danos ao meio ambiente.

Força tarefa

O incêndio criminoso acabou mobilizando várias protetoras independentes e voluntários da comunidade, que se uniram para arrecadar materiais e reconstruir as casas. No próximo sábado, 18 de julho, eles farão uma ação lá no cãodominio, com intuito de arrecadar materiais de construção e buscar mão de obra voluntária para reconstruir as casinhas. E estão convidando a comunidade para participar e colaborar.

A Secretaria do Meio Ambiente está engajada na causa. Enviou um veterinário para avaliar as condições de saúde de todos os animais e deverá aplicar algumas vacinas. A SMMA também está contribuindo com a ação de reconstrução das casas. Outra importante colaboração vem dos blogs “Araucaria Retrô” e “Ame mais os animais Araucária “ e do coordenador do projeto, Gusmão dos Santos. Uma vaquinha online (http://vaka.me/1200150) também foi criada para ajudar na campanha.

Voluntária arrecada ração para os animais do abrigo

Paralelo à ação de reconstrução das casas, a jornalista Gabriela Rocha, sempre engajada nas causas animais, está arrecadando ração para os animais que vivem no cãodominio. Somente na terça-feira, 14, ela arrecadou 75 quilos, que já foram entregues às protetoras que cuidam do local.

“Estou ajudando porque fiquei sensibilizada com o incêndio criminoso e a crueldade contra aqueles animais. A arrecadação continua, porque são muitos animais que vivem no abrigo e o consumo de ração é grande”, comentou Gabriela.

Se você quer doar ração, é só entrar em contato pelo fone (41) 99676-2761.

Texto: Maurenn Bernardo

Foto: Marco Charneski

Publicado na edição 1221 – 16/07/2020

One thought on “Incêndio no cãodominio mobiliza voluntários para reconstruir as casas”
  1. Pois é a sensação da impunidade faz com que aconteça essas coisas e ainda leis muito frageis contra os animais que sao considerados coisas.Alguns dias atras um carro abandonou um cao la e nada foi feito e isso agora,no mesmo lugar pelo jeito tambem nada sera feito.É triste muito triste um povo que pearece que nao aprendeu nada nessa epoca

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.