Início / Notícias / Política / Índice de gastos com pessoal deve ficar acima dos 54%

Índice de gastos com pessoal deve ficar acima dos 54%


Índice reúne a soma dos gastos com  pessoal da Prefeitura, das companhias, da Câmara e do Fundo de Previdência

Índice reúne a soma dos gastos com
pessoal da Prefeitura, das companhias, da Câmara e do Fundo de Previdência

Grande pedra no sapato do Município nos últimos anos, o gasto com a folha de pagamento do funcionalismo público municipal deve continuar incomodando quando for divulgado o Demonstrativo da Despesa com Pessoal relativo ao primeiro quadrimestre deste ano.

O primeiro quadrimestre de 2015 se encerrou no dia 30 de abril, mas até agora a Prefeitura ainda não consolidou os dados com pessoal, que incluem ainda o que se pagou aos funcionários das três compa­nhias (CMTC, Codar e Cohab), Câmara e Fundo de Previdência. Legalmente, o Município tem até 30 de maio para tornar público esses dados.

Embora os números não sejam conhecidos, técnicos das secretarias de Planejamento, Gestão de Pessoas e Finanças ouvidas por nossa reportagem não pintam um cenário agradável. Inclusive, é bem possível que o índice com a folha de pagamento fique um pouco acima dos 54% da chamada receita corrente líquida. Ou seja, acima do que estipula a Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF).

Caso o cenário se confirme, a Prefeitura seguirá impedida de realizar concursos públicos, conceder gratificações, pagar horas-extras, reajustes salariais e qualquer outro tipo de despesa que onere a folha de pagamento. O índice ainda obrigaria o Município a iniciar uma série de ações na tentativa de baixar os gastos com pessoal ao longo dos próximos quatro meses, passando – inclusive – pela diminuição de despesas com cargos em comissão e, em último caso, até a demissão de servidores concursados.

Segundo apurou nossa reportagem, o Município prevê que a receita corrente líquida fique na casa dos R$ 600 mi­lhões, sendo que a folha de pagamento já estaria comprometendo quase R$ 325 milhões desse total. O ideal seria que os gastos com funcionalismo não ultrapassassem R$ 291 milhões, ain­da conforme orienta a LRF.

Texto: Waldiclei Barboza / FOTO: EVERSON SANTOS / ARQUIVO O POPULAR

6 comments

  1. E começa a choradeira da SMFI de novo…

  2. Pois é mas ate esses dias colocaram 2 secretarios novos,dai ai tinha dinheiro ne?Um secretario q nao agunetou ficar em casa porque ja era secretario dai tiveram q arrumar algo pra ele,porque certas pessoas se ficarem longe do poder ou da pma parecem q ficam loucas,sei la.Tem q avisar pra certas pessoas q existe vida fora da prefeitura!

  3. Q tal des inxar a maquina publica tirando cargos e algumas secretarias virarem depaertamento?Tipo trabalho e comunicação social?Em certas secretarias diretores gerais tbem nao servem pra nada,q tal em alguns casos extingui los?CCs é logico diminuição drastica e os q ficarem os masi tecnicos possiveis.Assim vai a coisa, agora cc de vereador o mais orelhudo possivel em bons cargos nao dá ne

  4. Porque não tiram o monte de CCs vagabundos que nada fazem???
    Porque colocaram um secretário que ninguem sabe de onde veio, só pra pagar um CC de político grande???
    Poque não devolvem pra sala de aula ou pros CMEIS o bando de servidores em desvio de função, como atendente infantil atuando como administrativo na SMED e professores na SMPL???
    Porque nao punem pessoas que fizeram o município perder recursos pra merenda escolar???

    Issso que dá, essa gestão coloca incompetentes só pra receber vantagens e nao sabem trabalhar…

  5. joão carlos almeida

    É verdade tem muito chupim indicado por politico ou colaboradores de campanha em Araucária, mas todos os indicados são muito competentes e trabalhadores, ( o dó). Entretanto os que efetivamente colaboraram com o crescimento da cidade para melhorar a condição de vida da população estão cada vez mais distantes das nuvens da mediocridade, do eu, eu sou, eu posso.
    Pena quwe uma cidade como ests é tão roubada por professores que não trabalham e ganham uma pequena fortuna todo ano, professores que sangram o orçamento e educação zero aproveitamento com indice de reprovação enorme. O sindicato dos professores querem sempre o caos tudo prá nois nada pra eles!!!! Muito menos para os alunos… Isto é uma verdadeira vergonha.!!!!

  6. Verdade. O que tem de sanguessuga… E não se contentam com gotinha de sangue não, querem sugar até mais do que podem… Na SMFI tá cheio de parasita assim… Onde já viram um departamento pra IPTU e outro pra ISS? Unifica isso logo que já sai um diretor!!!

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado. Campos marcados com * são obrigatórios *

*