Home / Notícias / Policial / Jefinho tem prisão temporária prorrogada por mais 30 dias

Jefinho tem prisão temporária prorrogada por mais 30 dias


Jefinho foi preso em 26 de julho, e agora teve prisão prorrogada. Foto; divulgação

Jeferson Rodrigo Machado, mais conhecido como Jefinho, 30 anos, suspeito da morte do vendedor de enxovais Agnaldo Tenca, em 4 de junho do ano passado, teve a prisão temporária prorrogada para mais 30 dias. Ele foi detido pela Polícia Civil no último dia 26 de julho, quando saía de sua residência, em um condomínio no bairro Costeira.

O suspeito é dono de uma extensa ficha criminal, que inclui passagens por tráfico de drogas, homicídio, homicídio qualificado, associação ao tráfico, posse e porte irregular de arma de fogo de uso permitido, porte de arma de fogo de uso restrito, dentre outros crimes. Com a prisão de Jeferson, a polícia deu continuidade às investigações, mas ainda aguarda que a ex-esposa de Agnaldo, Darli Nardes, que manteve uma relação amorosa com Jefinho, seja encontrada, para esclarecer os fatos.

Foto: divulgação

A Justiça já expediu um mandado de prisão temporária contra a mulher, que é suspeita de ter mandado matar o próprio marido. Quem tiver alguma informação que possa levar ao paradeiro de Darli Nardes, poderá entrar em contato com a polícia, pelo Disque Denúncia (41) 99632-5786.

Publicado na edição 1178 – 29/08/2019

Sobre Redação

Redação

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado. Campos marcados com * são obrigatórios *

*