Home / Notícias / Geral / Morador planta bananeiras em buracos no asfalto

Morador planta bananeiras em buracos no asfalto

A moradora Eliane Corrêa se comprometeu a regar as sete bananeiras até que a Prefeitura arrumasse o asfalto

A moradora Eliane Corrêa se comprometeu a regar as sete bananeiras até que a Prefeitura arrumasse o asfalto

Celulares a postos, fotos e muitas risadas repletas de indignação. Essa foi a cena vista na rua Helena Piekarski Pinto, no Jardim Palomar, assim que o morador Elson Aparecido Papalardo decidiu chamar a aten­ção para um dos problemas enfrentados pelos moradores da região: os buracos. “Eu moro aqui há 22 anos e não aguento mais entortar a roda do carro e ouvir os veículos batendo nessas crateras. Algo precisava ser feito!”, afirma.

Por isso, ele preparou sete bananeiras e as plantou no asfalto durante a tarde da última quarta-feira, 23 de setembro. “Eu tenho parentes que atuam na política em outras cidades do país, e eles me falam que as coisas só acontecem quando a população se manifesta. Então, decidi fazer isso”.

Os vizinhos apoiaram a iniciativa, e moradores como Dona Eliana Sanches Corrêa até se colocaram à disposição para regar as plantas. “Essa rua está um horror, então se eu precisar regar as bananeiras até que façam um asfalto de qualidade aqui, vou fazer isso”, promete.

Assim como ela, o senhor Mardone Alves Macedo também aprovou a iniciativa do vizinho e espera um serviço de primeira na sua rua. “Já fizeram o famoso tapa-buraco várias vezes aqui, só que isso não funciona e só gasta o dinheiro público. Então, espero que agora façam um asfalto bem feito!”.

No entanto, o morador Luiz Felipe pontua que, junto com o asfalto, a rua também precisa de uma lombada para garantir mais segurança aos motoristas e pedestres que trafegam ali. “O único ponto positivo dessa buraqueira é que os carros passam devagar e isso diminuiu o número de acidentes nessa rua. Só que a lombada será uma necessidade assim que esse problema for resolvido. E espero que seja logo”.

Resposta da Prefeitura

Segundo o secretário de O­bras Fábio Alceu, a situação dos buracos foi resolvida 24 horas depois da plantação inusi­tada aparecer, mas o recape e as ou­tras melhorias solicitadas pelos moradores terão que esperar. “Ali é um asfalto antigo e tem características de desgaste, mas com o orçamento que temos no momento não é possível prever quando conseguiremos realizar o serviço”, informa.

Por isso, o que ele garante é que os fiscais continuarão andando pela cidade à procura de buracos que precisam ser fechados. “Mas, se algum deles passar despercebido, os moradores devem entrar em contato com a secretaria”, diz o secretário.

Texto: Raquel Derevecki / FOTOS: EVERSON SANTOS

Sobre Redação

Redação

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado. Campos marcados com * são obrigatórios *

*