Home / Notícias / Geral / Moradores terão que conviver com a poeira mais um pouco

Moradores terão que conviver com a poeira mais um pouco


O drama das famílias que vivem na área rural de Bela Vista, próximo a região do Rio Abaixinho, que sofrem com o poeirão provocado pelos caminhões, ônibus e demais veículos que acessam pela estrada Caminhos dos Tropeiros, seja para desviar o posto da Polícia Rodoviária Federal e a balança localizados na Rodovia do Xisto, ou para acessar empresas naquela região, está longe de acabar. O movimento na via é intenso, e como não há pavimentação, eles são obrigados a conviver com a poeira incessante. “Com essa seca que está aí a gente tem comido pó todo dia, é uma situação triste, não sabemos o que fazer, só temos que depender da Prefeitura”, disse uma moradora.

Outro morador da região comentou que a necessidade de asfalto é urgente, mas se isso não for possível, que pelo menos alguma providência seja tomada. “É tanta poeira que a gente vive trancado dentro de casa, nem pensar em abrir as janelas. E olha que a recomendação com essa pandemia é arejar a casa, mas de que jeito”, reclamou o homem. Ele disse ainda que muitos caminhões passam pela rodovia vazios, mas retornam pela estrada Caminhos dos Tropeiros carregados, levantando um poeirão.

Diante das dificuldades, os moradores questionam sobre a necessidade de asfalto na estrada ou alguma medida que amenize a poeira. Sobre isso, a Prefeitura respondeu que, no momento, não há previsão de asfalto no local, e que este problema vem sendo agravado pela forte estiagem. Disse que já houve tentativas de molhar a estrada, mas que não tiveram resultados relevantes. Para ajudar a amenizar o problema dos moradores, explicou que já desviou a rota de caminhões, evitando que passem pela via.

Texto: Maurenn Bernardo

Foto: divulgação

Publicado na edição 1211 – 07/05/2020

Sobre Redação

Redação

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado. Campos marcados com * são obrigatórios *

*