Luiz Carlos de Siqueira, 39 anos, acusado de matar a facadas a esposa, a sogra e ferir gravemente, também a facadas, o sogro, foi denunciado pelo Ministério Público. O crime aconteceu no dia 11 de outubro do ano passado, na casa em que os quatro residiam, na rua Dr. Alceu da Silva Oliveira, no bairro Costeira. Luiz foi preso em flagrante ainda na noite do crime. Ele foi denunciado pelos homicídios de Luciane Aparecida Moreira (esposa) e Lúcia Moreira (sogra), e ainda pela tentativa de homicídio contra Diniz Moreira (sogro).

O processo agora entra na fase de audiência de instrução e julgamento. Após esta etapa, a juíza da Vara Criminal vai acatar ou não a acusação feita e, se for o caso, encaminhar o processo para julgamento pelo Tribunal do Júri.

O crime

O crime aconteceu por volta das 21h30 do dia 11 de outubro. Vizinhos acionaram a polícia e quando a equipe chegou ao local, encontrou Diniz Moreira, 75 anos, sogro do acusado, esfaqueado e caído do lado de fora da casa. Foi ele que, enquanto era atendido pelo Siate, informou que o autor das facadas teria sido Luiz. Embora estivesse consciente, Diniz possuía lesões na região do peito e da cabeça e foi encaminhado ao hospital em estado grave.

Na residência a polícia encontrou Luiz sentado à mesa, aparentemente falando ao celular, sendo que – num outro canto da casa – estavam as outras duas vítimas, já sem vida. Os corpos eram de Luciane Aparecida e Lucia Moreira, 64 anos.

A faca que teria sido utilizada para matar as duas mulheres e ferir o homem estava sobre a mesa, próximo a Luiz, que também tinha as mãos sujas de sangue.

Publicado na edição 1195 – 16/01/2020