Home / Notícias / Coronavírus / Mulher é presa suspeita de vender álcool em gel adulterado

Mulher é presa suspeita de vender álcool em gel adulterado

A Polícia Civil prendeu na tarde de terça-feira, 24 de março, uma mulher suspeita de – vejam só – vender álcool em gel adulterado. Ela foi detida em sua casa, na rua Olga Cantador Incot, no bairro Fazenda Velha.
De acordo com o delegado Tiago Wladyka, eles chegaram até o endereço após uma pessoa ter procurado a Delegacia e informado que havia comprado um produto numa casa no Fazenda Velha, sendo que, ao abrir o recipiente o conteúdo não parecia ser álcool em gel.


Com a informação, uma equipe da DP foi até o endereço e lá encontrou Helen Fernanda da Silva Zaianz, 31 anos, comercializando o mesmo produto para outras duas pessoas.

Os investigadores então indagaram Helen acerca da procedência do produto e sobre a existência de autorização para comercializá-lo em sua residência. Como ela não soube responder, a equipe a deteve em flagrante sob a acusação de prática de crime ambiental, bem como a falsificação adulteração de produto destinado a fins terapêuticos ou medicinais.

Ainda na residência, os policiais apreenderam 125 galões de cinco litros cheios com o que seria álcool em gel 70 e outro, maior, com 50 litros.

Até esta quarta-feira, Helen permanecia detida na Delegacia. O flagrante será comunicado à Vara Criminal de Araucária, a quem caberá decidir se ela permanecerá presa ou poderá responder ao processo em liberdade.

Publicado na edição 1205 – 26/03/2020

Foto: divulgação

Sobre Redação

Redação

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado. Campos marcados com * são obrigatórios *

*