Home / Colunas / Padre André Marmilicz / O que significa ADVENTO?

O que significa ADVENTO?

Com esta palavra os pagãos queriam sinalizar a vinda do próprio deus. Num determinado dia do ano eles expunham ao culto a sua estátua, certos de que o mesmo se tornaria presente no meio dos seus fiéis, dispostos a distribuir as suas bênçãos e a conceder favores. A palavra ‘Advento’ significava também a visita de um rei a uma cidade, ou então indicava o dia da coroação do soberano.

Os cristãos aplicaram todos esses significados à ‘vinda’, ao mundo, do próprio Deus que se manifestara em Jesus; reservaram, porém, o termo ‘Advento’ ao período dedicado à preparação desta ‘visita’.

A essa altura alguém poderia com razão perguntar: mas este Jesus já não veio? Por que motivo, então preparar-se como se ele tivesse que vir outra vez? O Natal não é somente uma festa de aniversário e o Advento é o tempo para prepará-la, comprando alimentos, bebidas, convidando amigos para cantar e organizar danças?

Não! O Advento não é isso. Os pagãos é que se preparavam desta maneira para a festa do ‘nascimento do sol’. Esta festa era celebrada no Egito no dia 6 de janeiro e em Roma no dia 25 de dezembro. Os pagãos estavam convencidos de que o Sol era um deus e por esta razão faziam uma festa para comemorar o seu nascimento. Era uma oportunidade na qual se divertiam, comiam e bebiam até se embriagarem, permitindo-se outras coisas que é melhor não contar.

Quando, por volta de 350 d.C. os cristãos se tornaram numerosos, até mesmo mais do que os pagãos, o que decidiram eles? Mudaram o nome e o sentido da festa do ‘nascimento do Sol’. Estabeleceram esse dia para a celebração do nascimento de Jesus, pois, – assim pensavam – Ele é o verdadeiro Sol, a luz que ilumina todos os homens. E foi assim que, por muitos anos, o ano litúrgico teve seu inicio no dia 25 de dezembro.

Por volta do ano 600 d.C., os cristãos julgaram que uma festa tão importante deveria ser preparada com muito esmero, e por essa razão decidiram que fosse precedida pelos quatro domingos do Advento e que o Ano Litúrgico deveria começar com o primeiro desses domingos; portanto, no final de novembro ou no começo de dezembro.

Mais tarde surge a coroa do advento. Ela é originária dos países nórdicos (países escandinavos, Alemanha), a qual contém raízes simbólicas universais: a luz como salvação, o verde como vida e o formato redondo como eternidade.

A coroa é o primeiro anúncio do Natal. O verde é o sinal da esperança e vida, enfeitada com uma fita vermelha que simboliza o amor de Deus que se manifesta de maneira suprema no nascimento do Filho de Deus humanado. A cor branca significa a paz que o Menino Deus veio trazer; a cor roxa clara ou rosa significa a alegria desta chegada.

A coroa é composta de quatro velas nos seus cantos presas aos ramos formando um círculo. O círculo não tem começo e nem fim, é símbolo da eternidade de Deus e do reinado eterno do Cristo. A cada domingo acende-se uma delas. As quatro velas do Advento simbolizam as grandes etapas da salvação em Cristo. Isso tudo significa ADVENTO.

Publicado na edição 1191 – 28/11/2019

Sobre Redação

Redação

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado. Campos marcados com * são obrigatórios *

*