Home / Notícias / Política / Operação do GAECO hoje em Araucária é desdobramento da operação Sinecuras, mas envolve agentes públicos da atual administração, segundo o MP

Operação do GAECO hoje em Araucária é desdobramento da operação Sinecuras, mas envolve agentes públicos da atual administração, segundo o MP

Os mandados que estão sendo cumpridos hoje, 5 de março, por agentes do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), do Ministério Público do Paraná, são resultados de uma nova fase da operação Sinecuras, originalmente deflagrada em abril de 2018.


Embora o apoio logístico seja do GAECO, a condução das investigações é da Promotoria de Defesa do Patrimônio Público de Araucária, comandadas pelo promotor João Carlos Negrão. As diligências na Prefeitura são cumpridas por ele e outros promotores, Karinne Romani e David Kerber de Aguiar, além do agentes do GAECO.

Ao todo são sete mandados sendo cumpridos. A ordem para tal é da 2ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Paraná, em decisão assinada pelo desembargador José Carlos Dalacqua. Dos sete endereços, seis estão em Araucária e um em Curitiba.

Em Araucária são cumpridos mandados no gabinete do prefeito, nas secretarias de Finanças, Urbanismo e Agricultura, em três escritórios e duas residências. Em Curitiba o mandado é cumprido numa residência. A ordem para as diligências vem do Tribunal de Justiça por envolver espaços em que está vigente o direito a foro privilegiado, como é o caso do gabinete do prefeito.

Na fase atual, é investigado o procedimento de revogação da permuta de imóveis feita entre a Construtora D. Borcath e a Companhia de Habitação de Araucária, com a assinatura posterior de um termo de parceria entre as partes para que a mesma empresa continuasse a explorar o imóvel. O MP suspeita de que essa nova parceria tenha envolvido algum tipo de corrupção.

Os ilícitos, suspeita o MP, teriam ocorrido por agentes públicos da atual administração, muito embora a permuta original tenha se dado na administração passada.

Mais informações em breve

Sobre Redação

Redação

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado. Campos marcados com * são obrigatórios *

*