Um dos grandes problemas de Araucária, a meu ver, é que os políticos locais teimam em ignorar a nossa inteligência e, o pior, fazem isso com uma desfaçatez impressionante.

Nas últimas semanas, por exemplo, a cidade foi tomada pela discussão acerca da quantidade ideal de vereadores que nossa Câmara precisa para exercer bem o seu papel legislativo e de fiscalização. Há, não preciso dizer, um claro descontentamento das marias e joãos araucarienses com o trabalho prestado pelo nosso parlamento. E é esse descontentamento que faz com que nove em cada dez cidadãos comuns desta gentil tindiquera não aceitem em hipótese alguma qualquer ampliação de vagas no Poder Legislativo e isto não se discute mais. É essa a opinião da população e qualquer um que ouse tentar manobrar para reajustar as cadeiras da Câmara estará tramando contra nossos moradores.

Dito isto, voltamos à desfaçatez de nossos políticos. Esta semana, como todos sabemos, houve uma audiência pública em nossa cidade para discutir a questão do número de vereadores. Dezenas de pessoas se manifestaram naquele democrático encontro. De todas elas, apenas duas defenderam que tenhamos mais vereadores. Uma destas foi a ex-deputada Rosane Ferreira (PV). A fala dela foi um equívoco histórico, que – em minha opinião – mancha sua história nesta cidade. Rosane fez uma defesa corporativista da situação e, o pior, manobrou a Constituição para tentar dar ares de moralidade à defesa corporativista dos pré-candidatos do PV. Digo isso porque a ex-parlamentar insistiu na tese de que precisamos ter mais vereadores porque nossa carta máxima assim determina. Disse mais! Que, com onze edis, estamos tendo a representatividade de uma cidade entre quinze e trinta mil habitantes.

O discurso, a meu ver, pobre de Rosane não foi totalmente verdadeiro. Digo isso porque ao citar a Constituição ela se esqueceu de citar que tal legislação jamais cravou, ou como dizem atualmente, “lacrou” o número de vereadores que cada cidade brasileira tem que ter. Muito pelo contrário, a Constituição estipula um mínimo e um máximo de cadeiras com base na população de cada município. Ou seja, no caso de Araucária, ao contrário do que a ex-deputada disse, a Constituição não disse que devemos ter dezessete vereadores. Diz sim é que podemos ter “no máximo” dezessete. A única imposição que a Constituição faz é que tenhamos um mínimo de nove edis.

Aliás, penso que o legislador ao prever tal emenda o fez justamente para que os moradores de cada cidade fossem chamados a discutir a questão, pois numa democracia plena é assim que deveria ser. Aqui em Araucária, infelizmente, não fomos chamados a debater o assunto anteriormente. Estamos participando agora por iniciativa nossa e não de nossos políticos. Tivemos que exigir esse direito na marra e acredito que o araucariense já deixou claro que, neste momento, para nossa cidade, o número de adequado entre nove e dezessete, que são as opções oferecidas pela Constituição, é a manutenção dos vereadores em onze. Nenhum vereador a mais e nenhum a menos.

Cimentado este assunto, a torcida que fica agora é que Rosane, uma das melhores representantes da política araucariense na atualidade, defenda com a mesma veemência que defendeu a ampliação das cadeiras na Câmara, outros itens de nossa Constituição, como o acesso universal à educação e à saúde, o direito à moradia, à segurança pública, entre outras coisas. Ao fazer isso, tenho certeza, ela gastará sua energia em algo bem mais importante para a nossa comunidade na atualidade.

Até uma próxima. Comentários são bem vindos em www.opopularpr.com.br.

By Waldiclei Barboza

Waldiclei Barboza é jornalista da editoria de Política de O Popular do Paraná desde 2005. Sempre às quintas-feiras, publica neste espaço e na edição impressa de O Popular uma Coluna sobre o dia a dia da política local.

5 thoughts on “Opinião “verde” numa discussão madura”
  1. Devemos entender também penso eu que democracia é respeitar as opiniões contrárias, pois bem, o fato da ex deputada ser a favor ou contra o aumento das cadeiras no legislativo municipal em nada abala o seu histórico como cidadã araucariense…ela não cometeu crime algum em manifestar sua opinião, pelo contrário o fato de ter tido coragem de se manifestar publicamente sua posição, mesmo que contrária a maioria lá presente, denota no minimo coragem e personalidade…já penso ser temerário a posição de alguns edis que se manifestam agora contrariamente o aumento, muito mais por desejar impressionar os eleitores do que realmente demonstrar o que pensam sobre o assunto…
    E devemos nos lembrar de agradecer o Ministério Público por ter feito seu papel de defesa da legalidade ao se manifestar oficialmente contra a medida, trazendo á público a discussão…de qualquer modo é salutar e positivo saber que estamos- mesmo que a passos lentos-caminhando na construção de nossa democracia.

  2. …em minha opinião – mancha sua história nesta cidade (manchou aonde e como Waldiclei? E disse bem, na sua opinião e não o da maioria.

    …é que Rosane, uma das melhores representantes da política araucariense na atualidade.. (dá um chute e depois acaricia…) rsrsrsrs.

  3. BOA NOITE A TODOS A UNICA COISA QUE TEMOS DE VERDE EM ARAUCARIA É O PARTIDO POLÍTICO DA DONA ROSANE FERREIRA,PORQUE DIGO ISTO,SIMPLES ,MORO EM ÁREA DE INVASÃO DENOMINADA “FAVORITA”,MANIA DE INVASORES BOTAREM NOMES DE NOVELAS EM INVASÕES,MAS,VAMOS AO QUE REALMENTE IMPORTA,PERGUNTO:SERA QUE TEMOS SECRTARIA DO MEIO AMBIENTE EM ARAUCARIA??SE TEMOS NÃO FUNCIONA ,ESTA TAL INVASÃO ESTA SE ESTICANDO DO ARVOREDO 1 ATE A RUA AVESTRUS INVADINDO UMA MATA NATIVA COM DEZENAS DE CENTENARIOS PINHEIRAIS,E O PIOR JA ESTÃO PELANDO AS ARVORES A EXEMPLO DO QUE FEZERAM EM UMA ANTIGA CHACARA NA INVASÃO “ISRAELENSE”AO LADO DO JD.XANGUAY,E NINGUEMFAZ NADA ,SOLICITO AO NOBRE JORNAL “O POPULAR “REPORTAGEN SOBRE O ASSUNTO URGENTE COBRANDO PROVIDENCIAS,PARA O REPORTER NÃO SOFRER RETALHAÇÕES OU ATÉ MESMO PERIGO DE VIDA, POIS TEM INUMEROS BANDIDOS NA ÁREA (E SÓ A POLICIA NÃO SABE OU FINGEM NÃO SABER?)E O PIOR TODOS ARMADOS ,QER DIZER OPERAÇÃO DESARMAMENTO NADA,PORTANDO O REPORTER CHEGANDO NO FINAL DO JD.SOL NASCENTE ELE COM UMA BOA CAMERA JA CONSEGUE VISUALISAR BEM A CRUEL DESTRUIÇÃO,ESTA É UMA QUESTÃO A OUTRA É ESTÃO INVADINDO CADA VEZ MAIS O PANTANO LOCAL QUE ME PARECE É UMA ÁREA DE PRESERVAÇÃO AMBIENTAL PERMANENTE,ESTÃO ATERRANDO COM TODA ESPÉCIE DE CALIÇA(RESTOS DE CONSTRUÇÕES)E FAZENDO BARRACOS ,OS LÍDERES DAS OCUPAÇÕES É O FAMIGERADO CARLINHOS,BAIANO E MINEIRINHO ,FAZEM OS BARRACOS E VENDEM AS PESSOAS DESAVISADAS DIZENDO QUE A COHAB VAI CADASTRAR,ALIÁSÉ SÓ ISTO QUE A COHAB FAZ ULTIMAMENTE NEM SEI PORQUE FOI CRIADA,MAS ESTE É OUTRO ASSUNTO.AGURADO PROVIDENCIAS ANTES QUE SEJA TARDE SALVEM O SÍMBULO DE NOSSA CIDADE.

  4. Senhor passe essa informação para a SMMA ou pra a ouvidoria geral do municipio porque a prefeitura trabalha basicamente atraves de denuncia e como voce disse isso é coisa de bandido e pra tratar bandido é com o rigor da lei

  5. Se voce Jose Vanderlei encontrou tempo pra escrever tudo isso acima,otimo voce é um cidadao e esta preocupado,parabens.Porem entao encontraria um tempo tambem para passar as informaçoes para os orgaos certos,no caso poderia ser na ouvidoria ou no proprio meio ambiente,ate por telefone.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.