Home / Notícias / Política / Orçamento municipal para o próximo ano será superior a R$ 1,3 bilhão

Orçamento municipal para o próximo ano será superior a R$ 1,3 bilhão

Pelos cofres municipais devem passar ao longo do próximo ano R$ 1,3 bilhão. Isto se as previsões orçamentárias feitas pela Prefeitura de Araucária se confirmarem. Os números constam da proposta orçamentária encaminhada à Câmara e aprovada pelos vereadores em sessões realizadas nos dias 3 e 10 de dezembro.

É com base nessas previsões de receita e despesa que a Prefeitura irá fazer suas compras e pagamentos ao longo dos próximos doze meses. Assim como em anos anteriores, a maior fatia da arrecadação municipal, R$ 878,3 milhões, virá das chamadas transferências correntes, que consideram valores vindos de outras esferas de governo a título de cotas de ICMS (nossa maior receita), FPM e FUNDEB. O resto do dinheiro é oriundo de receitas tributárias (IPTU, ISS e outras), contribuições e assim por diante.

Ainda de acordo com o contido na lei aprovada, a maior parte do que passar pelos cofres públicos será utilizado para custear as despesas da Secretaria Municipal de Educação (SMED). Para lá vão R$ 286,1 milhões. A segunda maior fatia do bolo servirá para custeio da previdência municipal. São R$ 274,5 milhões para garantir a aposentadoria dos servidores públicos. Parte deste montante, sempre é bom lembrar, é descontado do salário do próprio funcionário.

Constante alvo de reclamações aqui e em todo o país, a Saúde terá o terceiro maior orçamento em 2020. São R$ 211,1 milhões para manter estruturas como o Hospital Municipal de Araucária (HMA), unidades de pronto atendimento, unidades básicas de saúde, pagamento dos servidores da pasta, compra de medicamentos e etc.

R$ 30 milhões

A manutenção da Câmara de Vereadores ao longo de 2020 custará ao contribuinte R$ 30 milhões. O valor será utilizado para pagamento dos servidores do Poder Legislativo, subsídio dos parlamentares e salários de seus cargos em comissão, bem como toda a estrutura administrativa da Casa.

Embora o orçamento da Câmara seja alto, é preciso pontuar que tradicionalmente a Casa acaba não gastando todo esse valor, sendo que a sobra de recurso é sempre devolvida à Prefeitura ao final de cada ano.

Abaixo, você confere com quanto cada órgão municipal ficará do bolo orçamentário em 2020.

Texto: Waldiclei Barboza

Publicado na edição 1194 – 19/12/2019

Sobre Redação

Redação

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado. Campos marcados com * são obrigatórios *

*