Home / Colunas / Editorial / Para o eleitor analisar

Para o eleitor analisar


Por mais que a legislação brasileira estipule vários tipos de procedimentos pelos quais os ocupantes de cargos públicos podem responder caso não respeitem as regras, nenhum legitima tanto a democracia plena como o escrutínio popular.

É por meio do voto que elegemos nossos representantes. E, em caso de uma tentativa de reeleição, é também por meio do voto que avaliamos se o trabalho dele foi ou não aprovado.

Nas últimas eleições municipais, por exemplo, tivemos uma grande renovação em nossa Câmara de Vereadores e Poder Executivo. Pessoas que nunca antes haviam ocupado cargos eletivos foram promovidos a representantes da população.

Passados quatro anos, estamos prestes a – novamente – dizer, por meio do sufrágio universal, o que estamos pensando de nossos representantes. E, como voto é algo sério, precisamos analisar todos os aspectos do trabalho daqueles que estão em cargos públicos e, eventualmente, pretendem ser candidatos novamente.

Dentro desta análise que todo eleitor consciente precisa fazer há critérios objetivos e subjetivos. E dentro dos objetivos estão, sem sombra de dúvida, produtividade e presença. A questão da produtividade já foi abordada por O Popular na semana passada. Agora, trazemos aos leitores, mais um levantamento feito pelo Observatório Social de Araucária.

A publicização desses números, sempre é bom destacar, não tem como objetivo desqualificar a importância da Câmara. Muito pelo contrário. O objetivo é lembrar a todos, inclusive aos ocupantes das cadeiras parlamentares, que o trabalho do Poder Legislativo é indispensável para a cidade de Araucária. Afinal, é o parlamento o responsável por bem propor e analisar leis, bem como fiscalizar, com olhos de lince, a correta aplicação dos recursos públicos. Inclusive, aqueles investidos neles próprios. Boa leitura!

Publicado na edição 1199 – 13/02/2020

Sobre Redação

Redação

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado. Campos marcados com * são obrigatórios *

*